Pangasius: confira os mitos e verdades sobre a produção do peixe

Espécie asiática é alvo de fake news, que prejudicam os piscicultores e desinformam o consumidor

Pangasius: confira os mitos e verdades sobre produção do peixe

Na última semana, nossa equipe de reportagem destacou a produção de peixe panga como opção lucrativa para quem deseja ingressar na piscicultura, especialmente o pequeno produtor. Conforme os especialistas ouvidos na matéria – que você pode ver clicando aqui –, em viveiro escavado, é possível conseguir até 200 toneladas com apenas 1 hectare.

Porém, para quem já trabalha com o cultivo de pangasius, é comum lidar com informações falsas que menosprezam essa espécie de origem asiática, incluindo seus hábitos alimentares até a qualidade da carne. E esse tipo de fake news acaba por prejudicar a classe de produtores, assim como pode desinformar o consumidor e afastá-lo do mercado.

“Toda vez que chega algo novo, pode ser qualquer espécie de animal ou qualquer produto, existe uma resistência. Acho que é uma característica do brasileiro, é uma característica do ser humano. Enquanto você não conhece, você desconfia do desconhecido. Então essa grande rejeição pode ser por conta disso”, avalia a pesquisadora Luciana Dias.

Contudo, Dias questiona o preconceito que vem se formando: “Se o exótico é sempre bastante discutido, denegrido até em algumas situações, o que seria da nossa aquicultura se não tivéssemos os exóticos como carros-chefes do país, tendo como grande exemplo a tilápia e os camarões? Eles não são nativos, eles não são originários do Brasil”.

Abaixo, pedimos ao presidente da Câmara Setorial do Pescado-SP, Martinho Colpani, para desvendar de vez os mitos e verdades sobre o peixe panga. Confira com exclusividade:

Notícias Relacionadas:

Curso de bordado do SENAR-SP atrai novos associados a sindicatos rurais

Curso de bordado do SENAR-SP atrai novos associados a sindicatos rurais

Disponível em todo o estado de São Paulo, curso propicia geração de renda e resgate cultural através da arte

Lavoura de algodão continua competitiva em algumas regiões de São Paulo

Lavoura de algodão continua competitiva em diversas regiões de São Paulo

Cultura ocupa cerca de 1,3 milhão de hectares em todo o Brasil

Curso de lã de ovelhas do SENAR-SP gera renda extra a produtoras rurais

Curso de lã de ovelhas do SENAR-SP gera renda extra a produtoras rurais

O curso abrange aspectos históricos da atividade, beneficiamento da matéria-prima e confecção de artefatos utilitários e decorativos