Temporais atingirão regiões Sudeste e Centro-Oeste até amanhã

As chuvas serão provocadas por avanço de frente fria, que já atingiu Região Sul

Temporais atingirão regiões Sudeste e Centro-Oeste até terça-feira

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) prevê fortes temporais nas regiões Sudeste e Centro-Oeste até amanhã, 9.

A frente fria, associada ao ciclone extratropical e que provocou temporais com rajadas de vento na região Sul, continuará influenciando as condições de tempo na região central do Brasil. “Desta vez, a frente fria permanecerá estacionária sobre o Oceano Atlântico e juntamente com o intenso fluxo de calor e umidade favorecerão a formação de um episódio de ZCAS (Zona de Convergência da América do Sul)”, informa o Inmet.

A configuração da ZCAS irá provocar intensos temporais (pancadas de chuva, rajadas de vento e possível queda de granizo) em grande parte das regiões Centro-Oeste e Sudeste, especialmente em Minas Gerias, no Rio de Janeiro e no Espírito Santo.

O modelo numérico Cosmo, processado no Inmet, indica que até amanhã poderá ocorrer chuvas intensas e significativos acumulados de chuva (que podem ultrapassar, localmente, os 200 mm) em Minas Gerias (especialmente na Zona da Mata, central mineira, Rio Doce e incluindo a região metropolitana de Belo Horizonte) e no centro e norte dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (incluindo a região metropolitana das capitais fluminense e capixaba).

Notícias Relacionadas:

São Paulo deve receber chuvas em sequência até início de junho

São Paulo: início da primavera será marcado por retorno das chuvas

De acordo com a Somar Meteorologia, a expectativa é de que alguns municípios recebam mais de 25 milímetros

cesta de orgânicos organizar a cadeia

SENAR-SP disponibiliza 5 cursos para manejo de orgânicos

Atendendo as necessidades dos produtores, agricultura orgânica une ciência e tradição em cultivo sem produtos sintéticos

6 dicas para melhorar a segurança da sua propriedade

6 dicas para melhorar a segurança da sua propriedade

Comandante da Polícia Militar mostra como medidas simples podem aumentar a proteção do produtor rural