Prazo para contribuição sindical termina em 4 de dezembro; veja como valor é revertido ao produtor

A contribuição é usada para manter os sindicatos rurais, que utilizam os recursos em serviços de capacitação e orientação ao homem do campo

Prazo para contribuição sindical termina em 4 de dezembro; veja como valor é revertido ao produtor

Nesta sexta-feira, 4, termina o prazo para recolhimento da Contribuição Sindical Rural (CSR) Pessoas Física e Jurídica. Embora tenha deixado de ser obrigatória, a contribuição é usada para manter os sindicatos rurais, que revertem os valores em serviços de capacitação e orientação ao produtor.

Em geral, os sindicatos oferecem serviços administrativos e contábeis como as declarações de ITR (Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural) e de IR (Imposto de Renda), folha de pagamento, emissão de certidões, emissões de guias de trânsito animal, registros de funcionários, recolhimentos de impostos, orientações jurídicas em causas trabalhistas e contratuais e negociações coletivas de trabalho. Eles também trabalham junto aos municípios para prover segurança no meio rural e estradas.

Dependendo das necessidades da região, os sindicatos também podem disponibilizar serviços de saúde e odontológicos ou possuem convênios para estes atendimentos.

Além disso, o valor arrecadado permite que entidades como federações e a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) atuem como representantes da categoria em questões voltadas para a legislação do meio ambiente e trabalhistas, por exemplo.

Os valores são calculados com base nas informações prestadas pelo produtor rural nas declarações de ITR e leva em consideração informações sobre a propriedade e a produção desenvolvida. O valor de contribuição varia de R$ 34,99 até R$ 16.472,40.

Notícias Relacionadas:

Isenção de ICMS garante atividades do agro e estabilidade dos preços de alimentos, diz FAESP

Isenção de ICMS garante atividades do agro e estabilidade dos preços de alimentos, diz FAESP

A revogação do aumento de ICMS oficializada hoje, 15, pelo governo paulista foi recebida positivamente pela entidade

Após protesto na CEAGESP, governo paulista revoga aumento de ICMS sobre o agro

Governo paulista revoga aumento de ICMS sobre o agro após pressão do setor

A revogação foi publicada nesta sexta-feira, 15, no Diário Oficial, em três novos decretos

Lichia: fonte de Vitamina C, fruta pode ser apreciada até o final de janeiro

Lichia: fonte de Vitamina C, fruta pode ser apreciada até o final de janeiro

Saborosa e nutritiva, lichia tem sido apontada como um bom investimento para o futuro