FAESP faz curso para declaração de ITR; prazo vai até 30/09

Curso técnico prepara produtores e sindicatos rurais para cumprirem as normas do processo de preenchimento da declaração de ITR

Terra marrom arada vista de cima

Tributo federal cobrado anualmente de propriedades rurais, o ITR (Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural) foi tema de um curso técnico do Sistema FAESP/SENAR-SP. A iniciativa teve como objetivo de aperfeiçoar a comunicação com os proprietários rurais e, assim, ajudá-los em questões burocráticas.

Participaram do encontro online, produtores rurais e representantes de sindicatos de todo o estado de São Paulo. O treinamento foi realizado pelo departamento jurídico da FAESP (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo).

Dessa maneira, o homem do campo se vê capacitado ou apoiado para cumprir as normas que regulam o processo de preenchimento da declaração de ITR, como as Instruções Normativas (INs) nº 1.877/2019 e nº 1.967/2020 da Secretaria da Receita Federal.

“A declaração do ITR é a declaração de tudo que o produtor usa na propriedade”, disse Dr. Paulo Daetwyler Junqueira, engenheiro agrônomo e advogado. Junqueira reforçou a importância de se reunir comprovantes, notas e laudos técnicos atender as exigências da legislação, para maior segurança quanto ao teor da declaração.

Atendendo às demandas do setor, o Sistema FAESP/SENAR-SP anunciou a disponibilização de sua equipe técnica e jurídica para esclarecimentos sobre a declaração do ITR. Vale lembrar que o prazo para apresentação do ITR vai até 30 de setembro.

Notícias Relacionadas:

Café premiado em Pardinho

Em Pardinho, produtores vendem saca de café premiado por R$ 1500

Cafés premiados foram arrematados pela 3 Corações com preços acima do valor de mercado

Mapa realiza fiscalização de rastreabilidade na Ceagesp

Ação teve como objetivo o fortalecer e ampliar conscientização sobre o cumprimento da rastreabilidade em produtos hortigranjeiros

Pousada ao pôr-do-sol com árvores é opção para turismo rural

Inovação ajuda na retomada de turismo rural em São Paulo

Demanda por turismo rural deve aumentar com a flexibilização das atividades no estado