Conheça as 5 melhores raças de bovinos para produção de leite no Brasil

Na bovinocultura de leite, o homem do campo precisa extrair o máximo de seu rebanho com números cada vez mais reduzidos de animais

Conheça as melhores raças de bovinos para produção de leite no Brasil

O Brasil é conhecido pela força de seu agronegócio, que trabalha com múltiplas culturas. Para tanto, a produtividade alta se faz requisito básico para qualquer atividade. Na bovinocultura de leite não é diferente, o que demanda ao homem do campo conseguir extrair o máximo de seu rebanho com números cada vez mais reduzidos de animais.

Para atingir essa eficiência produtiva e a qualidade do leite, é importante que o produtor rural saiba quais raças de bovinos de leite são ideais tanto para a atividade em sua região. Abaixo, apresentaremos as raças mais encontradas aqui no país e suas principais características. Confira:

Raça Holandesa

Uma raça europeia popularmente encontrada ao redor do mundo e com maior potencial para a produção leiteira, a Holandesa possui pelagem branca e preta ou branca e vermelha e é bastante exigente no que se refere ao clima, conforto e manejo. É uma matriz usada com frequência em cruzamentos devido a seu potencial. Novilhas podem ter a primeira cria aos 2 anos de idade. A produção média de leite fica entre 6 e 10 mil kg em 305 dias de lactação.

Raça Girolando

O cruzamento da raça zebuína Gir com a raça Holandesa deu origem a um animal que reúne rusticidade e alta produção, bem como precocidade sexual, longevidade e fertilidade. Por ser mestiça, a raça é comercializada em preços vantajosos se comparada às raças puras. Em média, sua produção de leite se aproxima de 5.061 kg em 283 dias.

Raça Jersey

Mais rústica, essa raça da Europa se adapta com facilidade e oferece boa produção de leite, alta fertilidade e grande longevidade, como principais atributos. A raça de pequeno porte apresenta pelagem parda com variação de pardo escuro ao amarelo claro. A precocidade sexual desses animais faz com que a primeira parição seja entre 15 aos 18 meses de idade. A produção média de leite é de 3.500 a 5.500 mil em 305 dias de lactação. Seu leite tem teores de proteína e gordura elevados.

Raça Pardo Suíço

Uma das raças europeias mais antigas do mundo, a Pardo Suíço também é usada na produção de carne, mas predomina na bovinocultura de leite. São animais rústicos, de pelagem parda clara a cinzenta escura, com alta fertilidade e longevidade. O primeiro parto das novilhas acontece aos 30 meses de idade e a produção média chega a 2.500 kg em 200 dias de lactação.

Raça Guzerá

Linhagem indiana, a Guzerá é altamente adaptável e pode ser empregada tanto na produção de carne quanto na de leite. Rústica, a raça oferece bom custo-benefício por não causar grandes despesas com veterinário. Estes animais também possuem facilidade para ganhar peso com menor investimento. É uma raça fértil, que pode ter um bezerro a cada 13 meses. A produção média é de 2.071 kg de leite em 270 dias.

Para mais dicas sobre raças de bovinos de leite, siga nossa página no Instagram e inscreva-se na newsletter!

Notícias Relacionadas:

Turismo rural: curso do SENAR-SP atendeu quase 20 mil produtores; veja os benefícios

Turismo rural: curso do SENAR-SP atendeu quase 20 mil produtores; veja os benefícios

Agroturismo valoriza a cultura local e cria oportunidades econômicas

Em São Paulo, semana será de tempo seco e altas temperaturas

Em São Paulo, semana será de tempo seco e temperaturas altas

Segundo a Somar Meteorologia, chuvas devem retornar ao estado paulista entre outubro e novembro

Turismo rural: conheça o caminho para empreender no campo

Turismo rural: conheça o caminho para empreender no campo

Caravana do SENAR-SP deu exemplos práticos de atrações que fazem sucesso entre turistas