Cobrança de ICMS no leite pasteurizado em São Paulo deve afetar 6 mil produtores

Medida contestada pelos pecuaristas pode causar alta nos custos da produção e, como consequência, impactar nos preços para o consumidor

Cobrança de ICMS no leite pasteurizado em São Paulo deve afetar 6 mil produtores

Na última sexta-feira, 15, o governo paulista revogou a medida que estabelecia cobrança de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para os setores de insumos agropecuários, produtos hortifrutigranjeiros e energia elétrica. Porém, o leite pasteurizado não foi contemplado neste primeiro momento, e isso deve afetar diretamente cerca de 6 mil produtores do estado de São Paulo.

“No mínimo, isso vai causar aumento no custo de produção, porque você também tem uma certa taxação na outra ponta, que é composta por produtos que alimentam os animais. E ainda tem essa taxação na ponta que final, que vai para o consumidor. Então, somando esses impostos, você tem uma alta no custo de produção e nós não sabemos se vamos conseguir repassar isso ao consumidor”, comenta Wander Bastos, Coordenador da Comissão da Abraleite (Associação Brasileira dos Produtores de Leite).

De acordo com o advogado tributarista Gustavo Faviero, “aumentar qualquer imposto no quadro atual é um absurdo”. O especialista afirma que a elevação dos preços poderá impactar nas vendas e, assim, diminuir a arrecadação.

Veja a matéria completa exibida no Mercado & Companhia:

Notícias Relacionadas:

Semana será marcada por chuvas no sul de São Paulo

Semana terá chuvas no sul de São Paulo

Previsão aponta tempo seco e nublado no centro e norte do estado

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

Programa oferece conhecimentos sobre educação socioambiental, convivência profissional e negócios

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Caravana no município paulista ofereceu dicas sobre marketing no turismo rural e soluções digitais