Frio eleva o preço do tomate e derruba a cotação da alface

A cotação do tomate é a maior em um ano, enquanto o preço da alface crespa é o menor desde 2017

Fonte: Pixa Bay

A redução na área plantada e o frio, que reduziu a produtividade das lavouras, são os motivos da alta valorização no preço do tomate nesta temporada. Segundo apuração do Cepea, as cotações do tomate salada longa vida estão em R$ 41,87 a caixa, em média, valor 50% superior aos preços praticados no ano passado. Para a próxima semana, os valores devem continuar altos – pelo menos enquanto durar o frio na região Sudeste.

Já a alface seguiu o caminho inverso e possui as menores cotações em dois ano. Com o aumento da oferta nas principais regiões produtoras e a redução no consumo por conta das baixas temperaturas, o valor da alface americana na região de Mogi das Cruzes (SP) está em R$ 16,10 a caixa com 12 unidades. Em Ibiúna (SP), a americana saiu por R$ 13,36. Segundo analistas do Cepea, o clima tipicamente seco do inverno deve aumentar ainda mais a produtividade da alface, elevando a oferta e pressionando os preços nas próximas semanas.

Veja também:

Preço do mamão havaí bate recorde histórico
Preços dos citros, do mamão, da manga e da uva registram alta

Notícias Relacionadas:

Terra marrom arada vista de cima

FAESP faz curso para declaração de ITR; prazo vai até 30/09

Curso técnico prepara produtores e sindicatos rurais para cumprirem as normas do processo de preenchimento da declaração de ITR

Mercado do café e turismo rural foram temas da Família Nação Agro

Nesta semana, Família Nação Agro desembarcou em Caconde e Itu para levar informação ao produtor rural e ouvir suas necessidades

Auditório no sindicato rural de Itu

Cursos do SENAR-SP preparam produtores de Itu para retomada do turismo

Itu (SP) é um destino popular para o turismo tradicional, assim como rural. Porém, com a pandemia, o setor tem sido prejudicado