44,80% dos bovídeos de São Paulo já foram vacinados contra febre aftosa

Secretaria de Agricultura divulgou parciais da vacinação de animais com zero a 24 meses envolvidos na segunda etapa da campanha

44,80 % dos bovídeos de São Paulo foram vacinação contra febre aftosa

Segundo dados do Gedave (Gestão de Defesa Animal e Vegetal), 44,80% do total de bovinos e bubalinos com zero a 24 meses de idade envolvidos na segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa foram declarados vacinados no estado de São Paulo até 23 de novembro. O sistema informatizado da Secretaria de Agricultura e Abastecimento informa que o total de bovídeos envolvidos nesta etapa é de 4.589.879 cabeças. Na faixa etária estão cadastrados no sistema 103.130 propriedades e destas 30,35% informaram a realização da vacinação.

A Coordenadoria de Defesa Agropecuária, órgão da pasta, que coordenada a campanha, lembra que o prazo para os produtores rurais vacinarem bovinos e bubalinos termina em 30 de novembro. As declarações devem ser informadas no sistema até o dia 7 de dezembro. Além dos vacinados, devem ser declarados os demais animais do rebanho como equídeos (equinos, asininos e muares), suídeos (suínos, javalis e javaporcos), ovinos e aves (granjas de aves domésticas, criatórios de avestruzes).

A orientação da Secretaria é que as declarações sejam realizadas preferentemente por meio eletrônico, através do sistema Gedave, em www.gedave.sp.gov.br.

Abaixo, confira as parciais das vacinações contra febre aftosa em cada um dos 40 Escritórios de Defesa Agropecuária do Estado.

EDA de Andradina – 214.163- 60.988 – 28,477 %
EDA de Araçatuba – 158.968 – 75.542 – 47,520 %
EDA de Araraquara – 52.950 – 24.080 – 45,477 %
EDA de Assis – 95.956 – 45.711 – 47,637 %
EDA de Avaré- 86.851 – 40.767 – 46,939 %
EDA de Barretos – 89.516 – 39.425 – 44,042 %
EDA de Bauru – 164.927 – 79.541 – 48,228 %
EDA de Botucatu – 120.960 – 52.828 – 43,674 %
EDA de Bragança Paulista – 83.411 – 33.765 – 40,480 %
EDA de Campinas – 42.342 – 16.572 – 39,138 %
EDA de Catanduva – 48.740 – 29.965 – 61,479 %
EDA de Dracena – 144.679 – 61.055 – 42,200 %
EDA de Fernandópolis – 137.609 – 53.743 – 39,055 %
EDA de Franca – 74.160 – 24.684 – 33,285 %
EDA de General Salgado – 229.479 – 104.670 – 45,612 %
EDA de Guaratinguetá – 129.822 – 60.449 – 46,563 %
EDA de Itapetininga – 117.821 – 56.163 – 47,668 %
EDA de Itapeva – 75.682 – 32.479 – 42,915 %
EDA de Jaboticabal – 34.892 – 18.166 – 52,064 %
EDA de Jales – 179.211 – 73.376 – 40,944 %
EDA de Jaú – 56.191 – 28.503 – 50,725 %
EDA de Limeira – 44.605 – 20.367 – 45,661 %
EDA de Lins – 152.741 – 72.301 – 47,336 %
EDA de Marília – 166.873 – 86.339 – 51,739 %
EDA de Mogi das Cruzes – 8.204 – 1.941 – 23,659 %
EDA de Mogi-Mirim – 39.057 – 21.200 – 54,280 %
EDA de Orlândia – 44.360 – 19.395 – 43,722 %
EDA de Ourinhos – 109.877 – 54.497 – 49,598 %
EDA de Pindamonhangaba – 147.214 – 49.341 – 33,517 %
EDA de Piracicaba – 68.941 – 25.768 – 37,377 %
EDA de Presidente Prudente – 326.181 – 166.159 – 50,941 %
EDA de Presidente Venceslau – 376.494 – 189.734 – 50,395 %
EDA de Registro – 37.280 – 12.566 – 33,707 %
EDA de Ribeirão Preto – 49.846 – 17.806 – 35,722 %
EDA de São João da Boa Vista – 137.979 – 64.854 – 47,003 %
EDA de São José do Rio Preto – 194.568 – 85.218 – 43,799 %
EDA de São Paulo – 2.195 – 264 – 12,027 %
EDA de Sorocaba – 62.209 – 23.390 – 37,599 %
EDA de Tupã – 136.928 – 57.017 – 41,640 %
EDA de Votuporanga – 145.997 – 75.355 – 51,614 %

Notícias Relacionadas:

Covid-19: 3 dicas para evitar contaminações com maquinário e equipamentos agrícolas

Covid-19: 3 dicas para evitar contaminações com maquinário e equipamentos agrícolas

O SENAR-SP lançou uma cartilha com dicas para orientar o produtor a preservar sua saúde, de sua família e colaboradores no meio

Isenção de ICMS garante atividades do agro e estabilidade dos preços de alimentos, diz FAESP

Isenção de ICMS garante atividades do agro e estabilidade dos preços de alimentos, diz FAESP

A revogação do aumento de ICMS oficializada hoje, 15, pelo governo paulista foi recebida positivamente pela entidade

Após protesto na CEAGESP, governo paulista revoga aumento de ICMS sobre o agro

Governo paulista revoga aumento de ICMS sobre o agro após pressão do setor

A revogação foi publicada nesta sexta-feira, 15, no Diário Oficial, em três novos decretos