4 dicas do SENAR-SP para manejo de pastagem no inverno

Para a bovinocultura de corte, a estação de frio e falta de chuva acende alerta sobre disponibilidade de pasto

4 dicas do SENAR-SP para manejo de pastagem no inverno

Após um verão marcado pelo longo período seca, o inverno que se inicia requer cuidados especiais do produtor rural. Afinal, a estação de frio intenso e chuvas escassas costuma impactar os cultivos e pastagens. Para a bovinocultura de corte, isso é motivo de preocupação, uma vez que o pasto é um importante alimento para a boiada.

No quadro “Pergunta do Produtor” desta semana, a pecuarista Chris Morais, de Barretos (SP), enviou sua dúvida quanto ao manejo de pastagem neste momento do ano, pensando na criação de gado de corte. Abaixo, você confere 4 dicas do instrutor do SENAR-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de São Paulo) Adilson Cesar Ferrari, veja:

Planejamento: segundo o especialista, o cuidado começa antes do inverno chegar. Dessa forma, você irá se preparar para ter todos os recursos necessários e prevenir sua propriedade de correr riscos durante o inverno.

Análise de solo: é indicado que no começo de março de cada ano seja feita uma avaliação sobre as terras de sua fazenda, para identificar as principais necessidades e deficiências que devem ser corrigidas para não faltar pasto.

Calagem: de abril a maio, o instrutor do SENAR-SP aconselha o produtor a aplicar essa técnica (saiba mais aqui) para o preparo do solo para os adubos.

Adubação: o terreno deve ser intensamente fertilizado assim que chegar o início do período das águas.

Notícias Relacionadas:

4 aplicações da internet 5G no agronegócio

Segundo o governo federal, a conexão 5G deve chegar ao Brasil em 2022

Confira 4 dicas para otimizar a colheita do milho

Com a abertura da colheita do milho, é necessário realizar bem esse processo para não sofrer com excessivas perdas

Conheça 4 doenças que mais atingem suínos

Conheça 4 doenças que mais atingem suínos

Em São Paulo, o mercado de suínos está aquecido e com preços vantajosos ao produtor