São Paulo: julho terá tempo seco e temperaturas mais elevadas

Estado paulista tem previsão de chuvas e nova frente fria somente no final do mês

São Paulo: julho terá tempo seco e temperaturas mais elevadas

Segundo análise da Somar Meteorologia, as temperaturas baixíssimas registradas na semana que passou terão repercussão nos preços da cana-de-açúcar, café, milho e feijão (ambos em Itapeva) e hortaliças (principalmente as produzidas nas regiões de Ibiúna e Piedade). Porém, a partir deste início de julho, o estado de São Paulo será marcado por tempo seco, com grande amplitude térmica – isto é, dias mais quentes, com noites mais frias.

Com isso, no meio agrícola, surge o alerta para a incidência de queimadas – assunto que já viemos noticiando –, enquanto nos centros urbanos a preocupação vem pela poluição. Entretanto, mais para o final deste mês (a partir do dia 20), estão previstas possibilidades de chuvas e da chegada de uma nova frente fria.

Notícias Relacionadas:

4 aplicações da internet 5G no agronegócio

Segundo o governo federal, a conexão 5G deve chegar ao Brasil em 2022

Confira 4 dicas para otimizar a colheita do milho

Com a abertura da colheita do milho, é necessário realizar bem esse processo para não sofrer com excessivas perdas

Conheça 4 doenças que mais atingem suínos

Conheça 4 doenças que mais atingem suínos

Em São Paulo, o mercado de suínos está aquecido e com preços vantajosos ao produtor