Baixas temperaturas fazem café e tomate terem colheita mais lenta em SP

Temporada de frio tem colaborado para manter preços do tomate vantajosos ao produtor rural

Baixas temperaturas fazem café e tomate terem colheita mais lenta em SP

Os temporais voltam neste final de semana nas regiões de Presidente Prudente, Itapeva, Marília, Sorocaba e Vale do Ribeira e Vale do Paraíba, uma área extensa do sul, leste e oeste do estado de São Paulo. As áreas produtoras de banana do Vale do Ribeira devem receber mais de 50 milímetros de chuvas entre o sábado (29) e o domingo (30), aponta a Somar Meteorologia.

Na agricultura, a cana-de-açúcar e o café têm colheita mais lenta no estado paulista. No caso da cana, as usinas esperam melhor desenvolvimento das lavouras por conta da estiagem. No café, a maturação está acontecendo de forma mais devagar, com ápice da colheita previsto para ocorrer de julho a julho na região da Alta Mogiana.

O tomate, cultivado principalmente na região de Itapeva, por conta das baixas temperaturas, tem sua maturação e colheita mais lenta, o que tem ajudado a manter os preços razoáveis ao produtor neste momento.

Notícias Relacionadas:

Seguro rural: governo paulista não libera sua participação e preocupa produtores

Seguro rural: governo paulista não libera sua participação e preocupa produtores

Falta de repasse de recursos do governo de São Paulo e início do inverno ameaçam fruticultura em Indaiatuba

Técnica Rural: 3 coisas que você precisa aprender sobre organização comunitária

Técnica Rural: 3 coisas que você precisa aprender sobre organização comunitária

Assista a uma vídeo-aula exclusiva ministrada pelo SENAR-SP

Conheça 3 formas de manter pastagens disponíveis no inverno

Conheça 3 formas de manter pastagens no inverno

Instrutor do SENAR-SP mostra como é possível alimentar a boiada na estação mais fria do ano