Covid-19: tudo o que você precisa saber sobre a transmissão do vírus

Preparamos um guia sobre contaminação, sintomas e prevenção à Covid-19 para você trabalhar com segurança na propriedade rural

Covid-19: tudo o que você precisa saber sobre a transmissão do vírus

Desde o último sábado (6), o estado de São Paulo retornou para a fase vermelha da quarentena devido ao aumento expressivo de mortes e contaminações pelo novo coronavírus. Desta forma, até o próximo dia 19 de março devem funcionar apenas atividades essenciais como é o agronegócio. Para você seguir seu trabalho na propriedade rural com todos os cuidados, preparamos um guia sobre transmissão, sintomas e prevenção à Covid-19! Confira:

Como acontece a infecção

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa por meio de secreções contaminadas, como saliva, espirro, tosse e catarro. Contatos físicos como o aperto de mão podem infectar. O toque em objetos e superfícies contaminadas seguido de contato com a boca, olhos e nariz também propagam a doença.

Conheça os sintomas

Os principais sintomas de quem está contaminado pelo vírus são febre, tosse e falta de ar, mas também podem ser nariz entupido ou escorrendo, dor de garganta, cansaço e dores no corpo. Caso você tenha algum destes sintomas, procure atendimento médico para fazer o teste que comprova a contaminação.

É preciso destacar que os sintomas podem aparecer de 1 a 14 dias após a infecção. O mais comum é que surjam por volta de cinco dias.

Quando acontece a exposição a uma pessoa que você soube que foi contaminada, você pode se infectar sem manifestar qualquer sintoma. Nessa situação também é preciso procurar por atendimento médico para confirmar a infecção com testes.

Como se prevenir do vírus

Para evitar que o vírus chegue a você, seus familiares e colaboradores, sempre que possível lave as mãos com água e sabão, limpe o celular e objetos pessoais com frequência, mantenha os ambientes bem ventilados, higienize as mãos com álcool em gel 70% (se não puder limpar com água e sabão), não compartilhe talheres, copos, garrafas e pratos com ninguém. Mantenha dois metros de distância entre as pessoas, não toque olhos, nariz e boca e evite beijos, abraços e apertos de mãos.

Utilize máscara cirúrgica descartável ou de tecido no rosto quando for preciso interagir com qualquer pessoa.

IMPORTANTE: atenção aos grupos de risco!

Pessoas que possuem mais de 60 anos, problemas no coração, pulmões e rins, doenças crônicas como pressão alta, diabetes e asma são mais afetados pelo coronavírus. Por isso, devem evitar aglomerações.

Clique aqui para baixar a cartilha do SENAR-SP para mais dicas de prevenção ao coronavírus.

Notícias Relacionadas:

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

Programa oferece conhecimentos sobre educação socioambiental, convivência profissional e negócios

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Caravana no município paulista ofereceu dicas sobre marketing no turismo rural e soluções digitais

Turismo rural: caravana ensina a alcançar visitantes com marketing da propriedade

Segundo consultor do Sebrae-SP, 76% dos turistas consideram importante soluções digitais no turismo rural