Artesanato rural: curso do SENAR-SP valoriza cultura e sabedoria do campo

Programas orientam produtores, que hoje obtêm um complemento da renda familiar com o artesanato

Artesanato rural: curso do SENAR-SP valoriza cultura e sabedoria do campo

O artesanato rural é uma arte  em constante transformação, que remete à memória ancestral no ato de transformar materiais em peças únicas e com identidade regional. Os participantes das atividades de artesanato, além de aprenderem as técnicas, conhecem sua origem, questões históricas e culturais, bem como a obter matéria-prima na natureza de modo sustentável, conseguindo assim uma alternativa de renda, tanto  individualmente quanto em grupo.

Os grupos de artesanato rural estão organizados de maneira informal ou em associações e cooperativas, e o SENAR-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) vem trabalhando junto dessas organizações de trabalhadores do campo em diversas áreas. O Programa Novo Olhar, sobre a Organização Comunitária Rural, foi criado para ajudar na melhoria das condições sociais, ambientais e econômicas das pessoas ligadas a diversas atividades do campo. O programa atende grupos de produtores de variadas áreas de atividade, inclusive o artesanato. Douglas Moreira de Siqueira, instrutor do SENAR-SP para o Novo Olhar, explica que “é possível identificar as oportunidades que existem na região e perceber que algumas dificuldades podem se transformar em oportunidades de acordo com a realidade que cada grupo vive”.

Siqueira atua em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, e conta sobre uma experiência com um grupo de produtores rurais do município que também se dedica ao artesanato. Graças a um plano de ação, esse grupo conseguiu comprar barracas para poder participar de feiras na região, ampliando o alcance na exposição dos produtos e aumentando as vendas. “O Novo Olhar promove parcerias para apontar possibilidades de outros horizontes que os participantes do programa desconheciam antes. A forma pela qual eles veem o campo depois do programa é como ter um novo olhar para a vida, na forma de ver a sua atividade”, diz.

Siuze Davanzo, presidente do Sindicato Rural do município de Uchoa e hoje também coordenadora de cursos do SENAR-SP naquela cidade, destaca a importância dos trabalhos da instituição na região. Ela diz que foi a partir de uma ação do SENAR-SP, há cerca de dez anos, que se descobriu o potencial turístico da cidade. Em seguida, com a implantação do Conselho de Turismo em Uchoa, a cada dia aparece um novo atrativo e um novo talento que faz aumentar ainda mais o interesse turístico na cidade. Davanzo destaca os cursos de artesanato como parte importante desse crescimento de Uchoa no turismo da região. “Os cursos são todos voltados para o rural, por exemplo usando folha de coqueiro, palha de milho, sementes, bordado… São lindos trabalhos, maravilhosos!”

O público rural que pratica o artesanato em Uchoa tem a possibilidade de comercializar suas peças na “Aldeia do Artesão”, que fica na entrada da cidade, aproveitando a passagem de turistas pelo local que buscam uma recordação da viagem. A aldeia ficou fechada por 2 anos para reformas e, também, por causa do impacto da pandemia na região, mas as obras já estão sendo concluídas e em breve o espaço será reinaugurado, já dentro das regras e protocolos de higiene para que volte a atender o público e os turistas.

“No artesanato, muitas pessoas se desenvolveram e hoje estão até comercializando seus trabalhos. Até homens já fizeram nosso curso de bordado, por exemplo. É um bordado antigo, dos tempos de nossas avós. O artesanato é uma forma de gerar renda para muitas pessoas”, diz Davanzo, ressaltando a importância que o artesanato tem no resgate das tradições rurais.

Valorização cultural e geração de renda

A prática do artesanato no meio rural é uma expressão das características culturais próprias de quem vive no campo. A valorização desses aspectos pela sociedade cria uma oportunidade para o crescimento econômico do artesanato, o que torna a atividade atrativa, propiciando condições para o surgimento de novos talentos e renda complementar ao orçamento familiar.

Da perspectiva de quem mora no campo, a produção artesanal permite o fortalecimento da identidade cultural, conhecimento de suas origens e sensação de pertencimento àquela localidade, o que torna possível manter a família unida na região, contribuindo assim para a fixação das famílias no campo. Desta forma, valoriza sua história, o local onde vive e os materiais tradicionais. A atividade depende bastante da criatividade e da vocação individual, mas tem relação também com a disponibilidade de matérias-primas próprias de cada região. Dependendo da área rural, há maior ou menor diversidade de materiais, como argila, sementes, madeira, fibras, couro e outros.

Outra característica do artesanato realizado em comunidades rurais é o aspecto ecológico: existe a preocupação de se valorizar o meio ambiente, reforçando os laços pessoais com a região onde vive e reconectando o comprador desse artesanato ao campo e ao modo de viver na natureza. Também é importante o aspecto de desenvolvimento sustentável, pois o artesanato tem a preocupação de criar obras utilizando recursos naturais sem prejudicar o meio ambiente. O turismo também é uma atividade que ganha com isso, pois turistas que buscam o espaço rural são atraídos pela paisagem e modo de vida do campo, pela comida e pelo artesanato.

A tecnologia tem andado lado a lado com o artesanato tradicional: com a internet, os produtos feitos por artistas rurais hoje podem ser conhecidos e comercializados não só no Brasil, mas em todo o mundo. Isso aumenta o potencial econômico e de divulgação cultural do artesanato, com crescente valorização dos bens artesanais na sociedade.

Fonte: SENAR-SP

Notícias Relacionadas:

Caravana do SENAR-SP ensinará como obter renda através da recuperação florestal

Caravana do SENAR-SP ensinará como obter renda por meio da recuperação florestal

Programa será transmitido na quarta-feira (20), às 14h, ao vivo pelo YouTube do Canal Rural

SP: semana começa com queda de 1,7% no preço do boi gordo

SP: semana começa com queda de 1,7% no preço do boi gordo

Valores do café arábica, laranja e tilápia também sofreram reduções

São Paulo: chuvas retornam ao estado no próximo fim de semana

São Paulo: chuvas retornam ao estado no próximo fim de semana

Meio da semana será de tempo seco e favorável para produtor ir ao campo plantar e colher