Vôos cancelados prejudicam exportações de frutas brasileiras

Aviões de carga estão sendo usados para ajuda humanitária por causa da pandemia do novo coronavírus

exportacaodefrutas

Exportadores de frutas do interior de São Paulo não estão conseguindo escoar a produção porque a maioria dos vôos com destino dos compradores foi cancelado. A solução, neste caso, seria o mercado interno. Mas, em função da pandemia da covid-19, também está com a demanda reduzida.

Conversamos com a família Lacarine, do município de Valinhos, que trabalha com frutas há mais de cinquenta anos, e a situação por lá é preocupante. “Sessenta por cento da produção é voltada para exportação pelo aeroporto de Viracopos, em Campinas, mas com o cancelamento da maioria dos vôos, não é possível embarcar mercadorias, desabafou o produtor rural Matheus Lacarine.

No ano passado, as exportações brasileiras de frutas passaram de 980 mil toneladas, sendo que 82 mil toneladas foram exportadas de avião.

Veja a reportagem completa, no vídeo abaixo:

Notícias Relacionadas:

Acordo entre Sindicafé-SP e Abics pretende estimular consumo de solúvel

Com a iniciativa inédita, produção de café solúvel estima um crescimento de 5% ao ano

Comportamento no campo e turismo da uva são temas de evento em Itobi

Dia de Campo Seguro será transmitido pelo Youtube do Canal Rural na quarta-feira (28/10), a partir das 17 horas

Cenário ruralidade

Ruralidade e tecnologia são aspectos importantes para retomada do turismo

Em Ubatuba, Dia de Campo Seguro discutiu oportunidades e novidades para quem deseja investir em turismo rural