Turismo rural em São Miguel Arcanjo sofre queda durante crise

O turismo rural é a principal fonte de renda dos produtores do município; soluções digitais e comunicação pelas redes sociais são as soluções neste momento

fazenda de turismo rural

No município de São Miguel Arcanjo, no interior de São Paulo, o turismo rural é a principal fonte de renda dos produtores. No entanto, com o isolamento social devido a pandemia da Covid-19, as propriedades estão vazias. Sem os turistas, a renda das famílias ficaram prejudicadas.

A produtora, Elisângela Mossin, acredita que a solução é aprender com as mudanças. “Mediante a pandemia, a gente tem que aprender coisas novas, com o novo na verdade. Eu acho que essas informações vem para que a gente consiga fazer nossas vendas retomarem com segurança o nosso trabalho”, comentou.

Nesse sentido, o instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) de São Paulo, Eduardo Bettin, o turismo rural pode ser beneficiado após a pandemia, mas os produtores precisam ficar atentos aos detalhes e trabalhar com a internet. “A criação de um site ou um blog na propriedade, informando sobre o funcionamento, atrativos, produtos e serviços a serem ofertados é muito importante, juntamente com isso, está o acompanhamento do negócio nas redes sociais”, ressaltou.

O produtor, Rafael Denardi, seguiu essas dicas e está lucrando, ainda mais, durante pandemia. “A partir do momento que começou a ter mais visualização, eu fiz parceria com alguns desenvolvedores de mídias sociais e muita gente começou a procurar, por ter vontade de experimentar os nossos produtos”. Além disso, o valor agregado nos produtos também é um atrativo. “E também por serem naturais e integrais, tiveram maior procura nesse sentido, disse Denardi.

Veja a reportagem completa:

Notícias Relacionadas:

Abraleite negocia revogação do ICMS sobre o leite pasteurizado

Abraleite negocia revogação do ICMS sobre o leite pasteurizado

Caso a medida não seja removida, aproximadamente 6 mil produtores paulistas serão afetados com o aumento dos custos

Normas para produção integrada de folhosas entram em vigor em fevereiro

Normas para produção integrada de folhosas entram em vigor em fevereiro

Em 1º de fevereiro, entra em vigor a Instrução Normativa nº 1 que traz normas para produção de folhosas, inflorescência e condimentais

Publicados registros de 32 produtos técnicos para defensivos agrícolas

Publicados registros de 32 produtos técnicos para defensivos agrícolas

Dentre os produtos aprovados, três são ingredientes ativos inéditos e os demais já são usados no país