Tempo seco provoca queimadas no interior de São Paulo

No noroeste paulista se registra um período de estiagem maior do que a média histórica

Chamas laranjas sobre pedaço de tronco marrom

As queimadas têm sido um problema para o produtor rural. No noroeste paulista se registra um período de estiagem maior do que a média histórica.

De acordo com o Canal do Clima, da UNESP (Universidade Estadual Paulista) de Ilha Solteira, não chove mais do que 10mm em alguns municípios há mais de 140 dias.

Assim sendo, como resultado destas condições climáticas, o homem do campo sofre com a ameaça de incêndios e queimadas.

Na área rural de General Salgado, o fogo destruiu aproximadamente 150 hectares, queimando canaviais e áreas de preservação ambiental em quatro propriedades.

“O fogo desceu de uma propriedade, atingiu uma APP [Área de Preservação Ambiental], chegou a outra propriedade, subiu para uma próxima APP, e depois seguiu para o terceiro e quarto vizinhos”, relata José Ventura, presidente do sindicato rural de General Salgado, que presenciou a queimada.

O corpo de bombeiros e produtores da região ajudaram a conter o incêndio, mas, mesmo assim, não foi possível evitar o prejuízo.

“Os vizinhos estavam com niveladoras, caminhão-pipa. Não foi por falta de socorro. Fizemos tudo que foi possível. Está muito seco”, diz Ventura.

Medidas legais em caso de queimadas

Segundo advogado Rodrigo Benedini, em casos de fogo que atinge imóveis vizinhos, é importante que o produtor procure a documentação para auxiliá-lo com órgãos ambientais.

“O fogo só vai causar prejuízo ao produtor e aos seus vizinhos. Neste caso, não era do interesse dele, em hipótese alguma, ter o fogo no imóvel dele”, explicou Benedini.

Por conta, em situações como esta, o consultor jurídico dos sindicatos rurais da Alta Paulista afirma que é preciso fazer o máximo possível para reunir provas de que o fogo não foi intencional.

O Dia de Campo Seguro flagrou a ocorrência e seguirá acompanhando o dia a dia do agricultor de São Paulo.

Caravana Família Nação Agro é um projeto do SENAR-SP, que tem como objetivo capacitar, promover e incentivar produtores rurais do estado.

Veja mais no Rural Notícias:

Notícias Relacionadas:

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Secretaria de Agricultura orienta pecuaristas e desenvolve estudos para controle do carrapato com o uso de produto natural e controle biológico

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

De olho no mercado de café, cafeicultores brasileiros vêm investindo na produção de cafés especiais em busca de maior retorno financeiro

FAESP busca isenção de ICMS para leite

FAESP busca isenção de ICMS para leite

A saída do produto cru e pasteurizado, que era isenta, passará a ser tributada em 4,14%