Sindiveg lança manual de segurança no uso de defensivos

Produzido em parceria com o Instituto Agronômico, conteúdo está disponível gratuitamente na plataforma de treinamentos da entidade

Manual Sindiveg

O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg) preparou um manual inédito e gratuito de segurança para a aplicação de defensivos agrícolas, com o objetivo de abordar a segurança no trabalho com agroquímicos e a correta seleção e utilização dos equipamentos de proteção individual (EPIs).

O documento de 56 páginas foi disponibilizado na plataforma de treinamento online do Sindiveg (treinamentos.sindiveg.org.br), que tem como tema “Segurança na Aplicação de Defensivos Agrícolas”. Tal material foi desenvolvido através de uma parceria com o Centro de Engenharia e Automação (CEA) do Instituto Agronômico (IAC), vinculado à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

“Orientar sobre o uso desses recursos de forma correta e segura é uma preocupação constante do sindicato e das empresas associadas. Ações como essa são benéficas tanto para as plantações como para o produtor, o meio ambiente e a sociedade”, disse Júlio Borges Garcia, presidente do Sindiveg. De acordo com Garcia, “defensivos agrícolas são produtos essenciais para a agricultura, mas precisam de cuidados especiais”.

Por isso, o manual explora todas as etapas do ciclo de uso de produtos agrícolas, da compra até o descarte final das embalagens e sobras. Assim, o documento pretende informar o homem do campo sobre o momento certo para utilização de defensivos, higiene pessoal pós-contato, interpretação de pictogramas e dados sobre intoxicação e primeiros socorros.

Dessa maneira, o produtor rural pode encontrar mais proteção para as lavouras, assegurando sucesso das medidas individuais de proteção para sua saúde.

Notícias Relacionadas:

Manejo sustentável valoriza cachaça artesanal em Guaratinguetá; veja como

Manejo sustentável valoriza cachaça artesanal em Guaratinguetá; veja como

Com exclusividade, especialista do Sebrae-SP dá três dicas de sucesso para agregar valor ao produto

Perdas de produtos hortifrutigranjeiros: onde ocorrem e quais os principais motivos?

Perdas de produtos hortifrutigranjeiros: onde ocorrem e quais os principais motivos?

Técnicos da Secretaria de Agricultura e Ceagesp abordam as principais razões da perda de produtos hortifrutigranjeiros, seja no campo ou na casa

Governo de SP concede R$ 27 milhões para subvenção de Seguro Rural

Governo de SP libera R$ 27 milhões para subvenção de seguro rural

Com o seguro, há uma maior proteção contra perdas, principalmente decorrentes do clima