Seguro rural: governo paulista não libera sua participação e preocupa produtores

Falta de repasse de recursos do governo de São Paulo e início do inverno ameaçam fruticultura em Indaiatuba

Seguro rural: governo paulista não libera sua participação e preocupa produtores

Responsável por 32,5% do valor do seguro rural, o governo do estado de São Paulo ainda não liberou sua participação no serviço que garante a atividade do homem do campo em caso de quebra de safra. No município de Indaiatuba (SP), a falta de apoio governamental está preocupando os produtores das frutas que serão colhidas em dezembro.

“Neste momento já está aberto para ser feito o seguro, mas ainda não tem a garantia do governo do estado da subvenção”, afirmou Wilson Tomaseto, presidente do sindicato rural de Indaiatuba. Segundo Tomaseto, a parcela do seguro rural referente ao governo federal, que corresponde a 45% do valor, foi disponibilizada com o Plano Safra.

Veja a reportagem completa exibida pelo Mercado & Companhia:

Notícias Relacionadas:

4 aplicações da internet 5G no agronegócio

Segundo o governo federal, a conexão 5G deve chegar ao Brasil em 2022

Confira 4 dicas para otimizar a colheita do milho

Com a abertura da colheita do milho, é necessário realizar bem esse processo para não sofrer com excessivas perdas

Conheça 4 doenças que mais atingem suínos

Conheça 4 doenças que mais atingem suínos

Em São Paulo, o mercado de suínos está aquecido e com preços vantajosos ao produtor