Sebrae promove ‘Rodada de Negócios Virtual’ na próxima quinta (6)

Inscrições encerram amanhã (4); projeto conecta pequeno produtor com empresas e a expectativa é movimentar R$ 1,5 milhão em negócios

aperto de mãos simbolizando rodada de negócios

O Projeto Rodada de Negócios é uma iniciativa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e da Federação da Agricultura e Pecuária (Faesp) de São Paulo.

A princípio, esse modelo virtual do projeto surgiu para trazer alívio aos pequenos produtores rurais durante a crise. A primeira rodada aconteceu em junho, entretanto, a iniciativa deu tão certo que o projeto vai se estender para os próximos meses.

Dessa forma, a próxima edição do evento será na quinta-feira (6) e será voltada para empreendedores do agronegócio das seguintes regiões: Ribeirão Preto, Barretos, São Carlos, Araraquara, São José do Rio Preto, São João da Boa Vista, Araçatuba, Franca e Votuporanga.

Prazo

Os interessados têm até terça-feira (4) para se inscrever. Para efetuar o cadastro clique aqui.

O Projeto ‘Rodada de Negócios’

A rodada de negócios ajuda o empresário que busca ampliar o leque de fornecedores de produtos e serviços.

Igualmente, o encontro ainda aproxima a empresa de potenciais compradores e também promove parcerias por meio do networking.

Dessa forma, é possível escolher com quais empresas prefere negociar, com isso, transformar o encontro em praticidade e, ainda, ampliar as possibilidades de fechamento de negócios.

”Então, por exemplo, um pequeno produtor que tem uma hortaliça, ele é conectado junto a um pequeno ou médio empresário de supermercado que compra esse hortifrúti. É aí que ele se encontra, através de uma rodada de negócios”, comentou Rodrigo Matos, gerente estadual de negócios setoriais do Sebrae.

Expectativa de negócios

Assim, segundo Rodrigo, é esperada uma movimentação de R$ 150 mil reais por cada empresa participante, totalizando com as dez cadastradas para as compras, R$ 1,5 milhão em negócios.

”É uma média bem alta, isso significa que a ferramenta tem funcionado bastante. Essa é uma pesquisa que a gente tem quanto a expectativa de negócios, baseado nas últimas rodadas que a gente fez”, acrescentou.

Como funciona na prática

Cada rodada conta com até 200 pessoas. Primeiramente, o Sebrae selecionou dez compradores, como rede de supermercados e empresas de alimentos. Por outro lado, serão cadastrados 190 pequenos produtores que vão colocar à disposição seus produtos.

Os compradores indicam quais os produtos estão interessados e os produtores se cadastram ofertando que o produzem.

Preparação antes das vendas

Um dia antes da negociação, o Sebrae conversa com os produtores interessados e dá dicas de como vender o produto, mostrando técnicas de vendas e pontos de interesse, de acordo com cada segmento.

No dia das vendas no Rodada de Negócios

A reunião de negócios dura dez minutos na sala virtual. O produtor tem sete minutos para vender seu produto e nos três minutos restantes, comprador e vendedor entram em negociação. Ali mesmo combinam preço, forma de pagamento e logística de entrega.

Os produtos do agronegócio demandados pelas empresas compradoras são:

amendoim (em casca e debulhado);
arroz;
feijão;
carnes (bovina, suína, aves e peixes – embutidos e processados);
farelo;
milho;
soja;
quirela,
rações;
queijos;
frutas;
grãos e cereais;
insumo agrícolas;
legumes e hortaliças;
mel de abelha e
oleaginosas.

Faesp e Senar SP também disponibilizam plataforma para vendas online

Com o novo normal, muitos negócios partiram para as estratégias digitais. A plataforma “Pertinho de casa”, é uma das possibilidade de vender produtos online. Para acessar clique aqui.

Notícias Relacionadas:

Laranja pequena em Aguaí

Seca em Aguaí faz agricultor perder colheita de laranja

Presidente da Associação Brasileira de Citros de Mesa, Tonny Simonetti registra frutas sem condições de venda por conta da falta de chuvas

Cogumelo marrom sobre grama verde

Evento em Sorocaba aborda produção e utilização de cogumelos

Dia de Campo Seguro acontece na terça-feira (20/10), às 10h, com transmissão ao vivo

Dia de Campo Seguro discute impactos da seca na produção de cana

Assunto foi tema de palestra em evento realizado em Pirassununga