Safra de laranjas da Flórida terá queda de 15%, estima USDA

Segundo o Departamento de Agricultura dos EUA, deve ser feita a colheita de 57 milhões de caixas de 40,8kg

Colheita de laranjas na Flórida

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) divulgou a primeira estimativa para a safra 2020/2021 de laranjas na Flórida. De acordo com a projeção, deve ser feita a colheita de 57 milhões de caixas de 40,8kg. Caso a previsão seja confirmada, o número representa uma redução de 15% em comparação a safra 2019/2020.

Tal projeção aponta para uma produção de 34 milhões de caixas da variedade valência, uma queda de 10% em relação a safra 2019/20, e 23 milhões de caixas das variedades não-Valências, o que significa uma diminuição de 22%. 

Segundo o relatório do USDA, o registro de temperaturas mais quentes e estiagem maiores do que a média antes do período de floração têm afetado a produção na região de citros. Mesmo com o cenário de baixa, o documento contabiliza 50,1 milhões de árvores produtivas.

Além disso, foram divulgadas estimativas sobre a produção em outros estados norte-americanos. 

Para a Califórnia, o USDA espera a produção de 50,5 milhões de caixas de laranjas, uma redução de 5,25% em comparação as 53,3 milhões de caixas da safra anterior. A produção de variedades não-valências deve somar 42 milhões de caixas e as valências 8,5 milhões de caixas. Enquanto isso, a colheita de limão também deve cair 4%, tendo uma colheita de 22 milhões de caixas.

No Texas, a previsão é de uma produção total de 1,5 milhão de caixas de laranja, número que representa elevação de 11% em relação à safra passada. Por outro lado, no Arizona a projeção é de queda. São esperadas 1,3 milhão de caixas, 500 mil a menos do que na última temporada.

Notícias Relacionadas:

La Niña demanda atenção dos produtores de frutíferas de clima temperado

Boletim da Seapdr traz prognóstico climático a recomendações fitotécnicas para vinhedos e pomares até dezembro

O universo dos fungos e a apicultura foram temas do Dia de Campo Seguro em Sorocaba

Empresário rural Iwao Akamatsu conta que 70 mil dos mais de 1,5 milhão de fungos foram estudados. Porém, há muito potencial a

Acordo entre Sindicafé-SP e Abics pretende estimular consumo de solúvel

Com a iniciativa inédita, produção de café solúvel estima um crescimento de 5% ao ano