Regra de rastreabilidade de alimentos frescos confunde produtores

A caravana Família Nação Agro segue pelo interior paulista ajudando a tirar dúvidas de agricultores; entenda a situação

the-market-place-821843_960_720

A pouco menos de duas semanas para a regra de rastreabilidade de alimentos frescos começar a valer, centenas de produtores ainda têm dúvidas sobre o assunto.

“A estrutura normativa não é de uma linguagem fácil de ser interpretada, mistura linguagem jurídica e técnica”, explica o jornalista Tobias Ferraz, que tem viajado pelo interior de São Paulo à frente da caravana Família Nação Agro.

De acordo com Ferraz, resumidamente, o que o produtor precisa fazer é informar ao segmento seguinte da cadeia produtiva, seja varejo ou atacado, o número do lote da produção. “Além disso, precisa ter um rótulo na caixa ou embalagem”, finaliza.

A projeto Família Nação Agro é uma parceria entre o Senar São Paulo e o Canal Rural.

Notícias Relacionadas:

Preço da batata sobe

Falta de chuva faz preço da batata subir 76% em outubro

Cepea/Esalq prevê manutenção da valorização dos preços nos próximos meses devido ao “adiantamento da colheita” e baixo volume de chuva

Família Nação Agro explora mercado de cogumelos, apicultura e turismo rural

Durante a semana, projeto do SENAR-SP visitou os municípios de Sorocaba e Ubatuba

Preços da cenoura aumentaram

Calor afeta preços de frutas e hortaliças vendidas no atacado

Boletim Prohort, da Conab, mostra movimento dos preços em setembro e tendências para outubro