Produtores de flores esperam linhas de crédito para fluxo de caixa

Os pequenos produtores rurais seguem buscando por alternativas para sobreviver durante a pandemia do Coronavírus e também evitar desperdícios de flores duramente afetado pela suspensão de feiras livre

flores

Por Tobias Ferraz

O jornalista Tobias Ferraz conversou com Valdemar Koga, que é produtor de plantas ornamentais e membro da Comissão de Horticultura, Flores e Orgânicos da Federação, e como muitos outros produtores do Setor, sente todos os impactos que o setor de flores enfrenta por causa da quarentena – “O setor de flores teve queda entre 60% e 70% na comercialização, as vendas estão muito difíceis”, diz Koga.

Valdemar levou o pedido de socorro aos produtores até a FAESP – “A FAESP comunica o Governo do Estado de São Paulo e o Governo Federal sobre as necessidades do segmento de flores e HF. Já conseguiu um auxílio para os produtores de HF, agora é preciso conseguir também para o setor de flores.” esclarece o membro da Comissão.

Veja a entrevista completa com Valdemara Koga – representante da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo na Ceagesp.

Notícias Relacionadas:

La Niña demanda atenção dos produtores de frutíferas de clima temperado

Boletim da Seapdr traz prognóstico climático a recomendações fitotécnicas para vinhedos e pomares até dezembro

O universo dos fungos e a apicultura foram temas do Dia de Campo Seguro em Sorocaba

Empresário rural Iwao Akamatsu conta que 70 mil dos mais de 1,5 milhão de fungos foram estudados. Porém, há muito potencial a

Acordo entre Sindicafé-SP e Abics pretende estimular consumo de solúvel

Com a iniciativa inédita, produção de café solúvel estima um crescimento de 5% ao ano