Produtor rural de Barra Bonita encontra alternativas para cana

O agrônomo Leonardo Ustulin está diversificando atividades para alcançar novos mercados com o plantio de oliveiras

Azeitonas pretas em ramos de oliveira verde escuro

Apesar de ser um tradicional polo canavieiro, Barra Bonita vê seus produtores buscando alternativas para cana para diversificar suas atividades e encontrar novos mercados. Com um investimento de médio e longo prazo, a família Ustulin tem promovido uma renovação na gestão de sua propriedade com um experimento no plantio de oliveiras em pleno interior paulista.

“Nós estamos arriscando, é inicial ainda. Nossas oliveiras mais antigas estão com praticamente quatro anos e as mais jovens são de maio”, disse Leonardo Ustulin, engenheiro agrônomo e presidente do sindicado rural do município.

“É um grande sonho para nós e a gente espera que a oliveira nos dê realmente muitos frutos”, completa ele.

Representante da terceira geração de imigrantes austríacos que adotaram o Brasil e a brasilidade como modo de vida, Ustulin tem investido também em outras em espécies nativas e de interesse comercial.

São 12 mil mudas de ipê, guanandi, quaresmeiras, pau-brasil, aroeira e diversas outras. “Seria um reflorestamento. Devolver para a natureza tudo aquilo que ela já nos deu, a mim, a minha família, meu pai, minhas irmãs, a nova geração”, declarou.

Além disso, seis hectares de roças experimentais de mandioca completam a composição do cenário da propriedade que segue inovando no plantio de alternativas para cana.

“O cultivo da mandioca, para indústria, vem chegando até nós. Ela se adapta muito bem, tem um período de estiagem interessante, pois não sente tanto. E acredito que nós podemos traçar, através do sindicato de Barra Bonita, para trazer informações e tecnificação para nosso produtor” conclui.

A seguir, você pode assistir à matéria do Rural Notícias na íntegra:

Para mais notícias e dicas para sua propriedade, acompanhe a Caravana Família Nação Agro e as novidades em nossa página no Instagram!

Notícias Relacionadas:

Produtores buscam capacitação para diversificar turismo rural em Ubatuba

Em Dia de Campo Seguro, agricultores revelaram interesse em cursos de profissionalização em artesanato e gastronomia

Vacinação de bovinos e bubalinos contra febre aftosa

Campanha de vacinação contra febre aftosa começa em 1º de novembro

Devem ser vacinados bovinos e bubalinos com idades entre 0 e 24 meses

Parreiras em Itobi são opção de turismo rural

Sebrae-SP dá dicas para produtor arrecadar com turismo rural

Em Itobi (SP), Dia de Campo Seguro mostrou opções de atividades para produtor aumentar a renda de sua propriedade com turismo rural