Conheça os procedimentos necessários para retomada do turismo rural

Em evento em Itu, a instrutora Cíntia Tomie Suguino falou sobre os procedimentos necessários para a recepção de turistas e colaboradores

Estrada de terra às margens de cerca de fazenda

Diante da pandemia do coronavírus, o turismo se viu afetado pelo fechamento de fronteiras e estabelecimento de quarenta em municípios e estados. Mas, com a retomada das atividades, o setor se prepara para voltar a receber visitantes. E essa é a esperança de muitos produtores que têm o turismo rural como fonte de renda.

Em 2020, a ONU (Organização das Nações Unidas) estima um retrocesso de até 30% no turismo internacional em 2020. Já em dados da FGV (Fundação Getúlio Vargas), o segmento deve sofrer uma perda de 21,5% no biênio 2020/2021. Dessa maneira, houve mais de 70% de redução de rotas em operação, segunda a Secretaria Nacional de Aviação Civil.

Ciente de que a flexibilização da quarentena tende a incentivar o turismo doméstico, a instrutora do SENAR-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de São Paulo), Cíntia Tomie Suguino, indica questões para as quais as propriedades rurais devem atentar. Segundo Suguino, transportes individuais, espaços abertos de alimentação e áreas de lazer seguras ajudarão o público a sair da reclusão.

Por isso, de acordo com a especialista, ações internas de higienização, proteção e limpeza serão procedimentos essenciais para estabelecimentos turísticos, bem como estruturas para controle de fluxo de pessoas, visando o bem-estar de clientes e colaboradores. Da mesma forma, Suguino frisa a necessidade de comunicação com o cliente, para que sejam respeitadas medidas sanitárias e normas seguras de comercialização e consumo de produtos.

Sendo assim, processos de proteção precisam ser seguidos, mas com acolhimento ao visitante. Ou seja, além de ambientes seguros, o produtor deve demonstrar cuidado para atender às necessidades do turista.

Assista à palestra completa a partir dos 18 minutos do vídeo logo abaixo:

O Dia de Campo Seguro é parte do Família Nação Agro, projeto do Sistema FAESP/SENAR-SP para capacitar e promover o produtor rural de São Paulo.

Notícias Relacionadas:

Taxa Selic baixa

Baixa na Selic pode favorecer acesso de produtores a empréstimos subvencionados

Faesp defende crédito competitivo no mercado financeiro e desburocratização na concessão

Turismo rural

Família Nação Agro traz novos debates sobre turismo rural e doma racional

Nesta semana, iniciativa do Sistema FAESP/SENAR-SP esteve nos municípios de Itobi e Nuporanga

Produtores buscam capacitação para diversificar turismo rural em Ubatuba

Em Dia de Campo Seguro, agricultores revelaram interesse em cursos de profissionalização em artesanato e gastronomia