Piscicultores ganham nova linha de crédito no plano safra

Para o Pronaf, que atende a agricultura familiar, com rendimentos de até R$ 360 mil anualmente, as taxas do plano safra variam entre 2,75% até 4% ao ano

ministra falando plano safra para pisicultores

A piscicultura de São Paulo pode ter um prejuízo de R$ 6 bilhões devido a pandemia da Covid-19. É o que mostra um estudo da Secretaria de Agricultura do estado. Contudo, uma das alternativas para os piscicultores é o crédito do plano safra, que em 2020 tem novidade.

O economista, Felipe Prince, explica que a partir deste ano os piscicultores passam a contar com uma linha de crédito inédita do plano safra. Nesse sentido, as taxas aplicadas nesta temporada tiveram redução em todas as linhas para custeio.

Pequeno produtor – rendimento de até R$ 360 mil ao ano

“Para o agricultor familiar, que é atendido pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e que fatura até R$ 360 mil por ano, por exemplo, as taxa variam entre 2,75% até 4% ao ano”, comentou Felipe.

Médio produtor – rendimento acima de R$ 360 mil até R$ 1,6 milhão ao ano

“Para quem é médio produtor, que fatura acima de R$ 360 mil,  chegando até R$ 1,6 milhão, a taxa será de 5% ao ano”, acrescentou.

Grande produtor – rendimento acima de R$ 1,6 milhão ao ano

Já para aqueles agricultores que têm rendimentos acima deste valor as taxas são mais altas. “Acima de R$ 1,03 milhão, a taxas está em 6% ao ano”, finalizou Price.

Notícias Relacionadas:

Preço da batata sobe

Falta de chuva faz preço da batata subir 76% em outubro

Cepea/Esalq prevê manutenção da valorização dos preços nos próximos meses devido ao “adiantamento da colheita” e baixo volume de chuva

Família Nação Agro explora mercado de cogumelos, apicultura e turismo rural

Durante a semana, projeto do SENAR-SP visitou os municípios de Sorocaba e Ubatuba

Preços da cenoura aumentaram

Calor afeta preços de frutas e hortaliças vendidas no atacado

Boletim Prohort, da Conab, mostra movimento dos preços em setembro e tendências para outubro