Organização Comunitária em tempos de coronavírus tem transformado produtores

Programa Novo Olhar tem sido levado aos produtores de forma segura e atendendo as normas da OMS

capa bete
A médica veterinária Elizabete Baleiro Inácio é instrutora do Senar  de São Paulo e tem aplicado o “Programa Novo Olhar” na sua base de atuação que é região de Bauru, no Noroeste Paulista. “Com a formação dos grupos de produtores iniciamos no começo do ano um programa de entrega de alimentos em domicílio, quando veio a quarentena os membros do grupo já sabiam como fazer essas entregas.” – conta Bete sobre um dos resultados do Programa.
Além da aproximação entre as pessoas, o Programa também estimula outras iniciativas, como por exemplo o novo olhar sobre possibilidades de mercado. “Temos grupos trabalhando com morango orgânico, maracujá e pitaia, produtos até então pouco explorados na região.” – destaca a instrutora.
Para saber mais sobre o Programa Novo Olhar, acesse:
Assista a entrevista completa com Bete Baleiro.

Notícias Relacionadas:

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Secretaria de Agricultura orienta pecuaristas e desenvolve estudos para controle do carrapato com o uso de produto natural e controle biológico

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

De olho no mercado de café, cafeicultores brasileiros vêm investindo na produção de cafés especiais em busca de maior retorno financeiro

FAESP busca isenção de ICMS para leite

FAESP busca isenção de ICMS para leite

A saída do produto cru e pasteurizado, que era isenta, passará a ser tributada em 4,14%