Organização Comunitária em tempos de coronavírus tem transformado produtores

Programa Novo Olhar tem sido levado aos produtores de forma segura e atendendo as normas da OMS

capa bete
A médica veterinária Elizabete Baleiro Inácio é instrutora do Senar  de São Paulo e tem aplicado o “Programa Novo Olhar” na sua base de atuação que é região de Bauru, no Noroeste Paulista. “Com a formação dos grupos de produtores iniciamos no começo do ano um programa de entrega de alimentos em domicílio, quando veio a quarentena os membros do grupo já sabiam como fazer essas entregas.” – conta Bete sobre um dos resultados do Programa.
Além da aproximação entre as pessoas, o Programa também estimula outras iniciativas, como por exemplo o novo olhar sobre possibilidades de mercado. “Temos grupos trabalhando com morango orgânico, maracujá e pitaia, produtos até então pouco explorados na região.” – destaca a instrutora.
Para saber mais sobre o Programa Novo Olhar, acesse:
Assista a entrevista completa com Bete Baleiro.

Notícias Relacionadas:

Preço da batata sobe

Falta de chuva faz preço da batata subir 76% em outubro

Cepea/Esalq prevê manutenção da valorização dos preços nos próximos meses devido ao “adiantamento da colheita” e baixo volume de chuva

Família Nação Agro explora mercado de cogumelos, apicultura e turismo rural

Durante a semana, projeto do SENAR-SP visitou os municípios de Sorocaba e Ubatuba

Preços da cenoura aumentaram

Calor afeta preços de frutas e hortaliças vendidas no atacado

Boletim Prohort, da Conab, mostra movimento dos preços em setembro e tendências para outubro