La Niña demanda atenção dos produtores de frutíferas de clima temperado

Boletim da Seapdr traz prognóstico climático a recomendações fitotécnicas para vinhedos e pomares até dezembro

la-nina-rio-grande-do-sul

A primavera 2020 será marcada pela ocorrência do fenômeno La Niña, que requer atenção dos produtores em função das chuvas abaixo da média. O alerta foi divulgado na edição de outubro do Boletim Agrometeorológico da Serra Gaúcha, Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) e Embrapa Uva e Vinhoque, que traz um prognóstico climático a recomendações fitotécnicas para vinhedos e pomares até dezembro.

Apesar dos valores de chuva mais próximos da média em dezembro, estão previstas temperaturas do ar elevadas, as quais aumentam a evapotranspiração das plantas. Com a primavera mais seca, atenção aos ataques dos ácaros e da mosca-das-frutas. Na videira, há previsão de uma redução de ocorrência de míldio, antracnose e escoriose, mas aumento do oídio nas cultivares europeias e híbridas.

Em função das chuvas abaixo da média, é importante manter a cobertura vegetal ou cobertura morta para garantir a conservação do solo e promover maior armazenamento de água no solo.

Clique aqui e confira a edição completa do mês de outubro.

Notícias Relacionadas:

Semana será marcada por chuvas no sul de São Paulo

Semana terá chuvas no sul de São Paulo

Previsão aponta tempo seco e nublado no centro e norte do estado

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

Programa oferece conhecimentos sobre educação socioambiental, convivência profissional e negócios

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Caravana no município paulista ofereceu dicas sobre marketing no turismo rural e soluções digitais