La Niña demanda atenção dos produtores de frutíferas de clima temperado

Boletim da Seapdr traz prognóstico climático a recomendações fitotécnicas para vinhedos e pomares até dezembro

la-nina-rio-grande-do-sul

A primavera 2020 será marcada pela ocorrência do fenômeno La Niña, que requer atenção dos produtores em função das chuvas abaixo da média. O alerta foi divulgado na edição de outubro do Boletim Agrometeorológico da Serra Gaúcha, Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) e Embrapa Uva e Vinhoque, que traz um prognóstico climático a recomendações fitotécnicas para vinhedos e pomares até dezembro.

Apesar dos valores de chuva mais próximos da média em dezembro, estão previstas temperaturas do ar elevadas, as quais aumentam a evapotranspiração das plantas. Com a primavera mais seca, atenção aos ataques dos ácaros e da mosca-das-frutas. Na videira, há previsão de uma redução de ocorrência de míldio, antracnose e escoriose, mas aumento do oídio nas cultivares europeias e híbridas.

Em função das chuvas abaixo da média, é importante manter a cobertura vegetal ou cobertura morta para garantir a conservação do solo e promover maior armazenamento de água no solo.

Clique aqui e confira a edição completa do mês de outubro.

Notícias Relacionadas:

São Paulo deve receber chuvas em sequência até início de junho

São Paulo: início da primavera será marcado por retorno das chuvas

De acordo com a Somar Meteorologia, a expectativa é de que alguns municípios recebam mais de 25 milímetros

cesta de orgânicos organizar a cadeia

SENAR-SP disponibiliza 5 cursos para manejo de orgânicos

Atendendo as necessidades dos produtores, agricultura orgânica une ciência e tradição em cultivo sem produtos sintéticos

6 dicas para melhorar a segurança da sua propriedade

6 dicas para melhorar a segurança da sua propriedade

Comandante da Polícia Militar mostra como medidas simples podem aumentar a proteção do produtor rural