Cresce a produção de frutas como alternativa de diversificação do café

Em Espírito Santo do Pinhal, importante região cafeeira do interior de São Paulo, a produção de frutas dobrou, somando mais de 18 mil toneladas

Fonte: Pixarbay

O baixo preço do café tem levando os produtores a diversificar a atividade com outras culturas. Em Espírito Santo do Pinhal, importante região cafeeira do interior de São Paulo, a produção de frutas quase dobrou em um ano. Abacate, uva, banana e laranja são a frutas mais cultivadas no município, contribuindo com o microclima para o café e também oferecendo alternativa para áreas com relevo irregular onde a colheita mecanizada não entra.

Veja também:

Com o preço do café em baixa, produtores investem na produção de uva

Produtores de café, saiba como aumentar a renda com a cultura da uva

Notícias Relacionadas:

Preço da batata sobe

Falta de chuva faz preço da batata subir 76% em outubro

Cepea/Esalq prevê manutenção da valorização dos preços nos próximos meses devido ao “adiantamento da colheita” e baixo volume de chuva

Família Nação Agro explora mercado de cogumelos, apicultura e turismo rural

Durante a semana, projeto do SENAR-SP visitou os municípios de Sorocaba e Ubatuba

Preços da cenoura aumentaram

Calor afeta preços de frutas e hortaliças vendidas no atacado

Boletim Prohort, da Conab, mostra movimento dos preços em setembro e tendências para outubro