Febre aftosa: saiba como está a erradicação da vacina no Brasil

Países como Coreia do Sul e Japão exigem a erradicação da vacina contra aftosa em bovinos para as regiões que quiserem exportar a proteína

bovinos na erradicação da vacina
A febre aftosa é uma das doenças que atingem rebanho brasileiro e preocupa os pecuaristas. Para Sebastião Guedes, membro do conselho superior de agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o panorama hoje no Brasil sobre a erradicação da vacina para febre aftosa está progredindo e já mostra resultado em alguns estados. “O Brasil evoluiu nesse sentido eu acho que tem alguns estados que já evoluíram para erradicar a vacina”, comentou.

Paraná e Rio Grande do Sul

“No Paraná, por exemplo, é feito um trabalho maravilhoso nos últimos dois anos. Já no Rio Grande do Sul, que aprovou a retirada da vacinação, embora no Rio Grande,  a Federação de Agricultura do estado (Farsul), erradicar a vacinação é perfeitamente compreensível, porém, a suinocultura do Rio Grande precisa disso, porque senão ela nunca vai conseguir exportar para os atraentes mercados da Coreia do Sul e do Japão, que exigem a suspensão da vacinação contra aftosa em bovinos”.

Exportação em alguns países exigem erradicação da vacina 

Nas regiões que querem exportar existe uma certa pressão dos suinocultores e isso é muito importante. Eles pedem para o Rio Grande parar de vacinar.

Norte do Brasil

Além disso, nós temos ainda o Acre e Rondônia, que já definiram a retirada da vacinação. No entanto, no restante do Brasil, eu acho que a região Norte não tem aftosa há muito tempo. Dese que o Pará passou a vacinar, não temos mais aftosa”, acrescentou.

Nordeste brasileiro

Para o consultor, a região nordeste também se encontra em um cenário parecido”, finalizou.

Notícias Relacionadas:

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Secretaria de Agricultura orienta pecuaristas e desenvolve estudos para controle do carrapato com o uso de produto natural e controle biológico

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

De olho no mercado de café, cafeicultores brasileiros vêm investindo na produção de cafés especiais em busca de maior retorno financeiro

FAESP busca isenção de ICMS para leite

FAESP busca isenção de ICMS para leite

A saída do produto cru e pasteurizado, que era isenta, passará a ser tributada em 4,14%