Bovinocultura é assunto de evento em Presidente Bernardes

Dia de Campo Seguro desta terça-feira (29) terá palestras sobre estação de monta em bovino de corte e alimentação volumosa em gado de leite

Fileira de gado branco em sobre terra marrom em propriedade de bovinocultura

A exportação de carne bovina brasileira registrou aumento de 12,3% no volume embarcado entre janeiro e agosto de 2020, somando 1,294 milhão de toneladas. Os dados são da Secex (Secretaria de Comércio Exterior) e Abiec (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes).

Além disso, o Brasil já está entre os três maiores produtores de leite no mundo, ficando atrás somente dos Estados Unidos e China.

Por isso, bovinocultura de corte e leite são os assuntos do Dia de Campo Seguro, que chega a Presidente Bernardes (SP) nesta terça-feira, 29. Dessa maneira, a partir das 15h, você poderá conferir uma transmissão ao vivo na página do Canal Rural no YouTube.

Esta será a programação do evento:

  • Estação de Monta em Bovino de Corte, com o médico veterinário Bruno Roberto Médici Pereira
  • Alimentação volumosa em bovino leiteiro, com Silvio de Paula Mello, doutor em zootecnia

Ao passo que as apresentações forem acontecendo, o público poderá enviar suas dúvidas sobre bovinocultura aos palestrantes, para assim aprimorar os processos em sua propriedade e melhorar os resultados na produção.

É importante lembrar que o Dia de Campo Seguro faz parte do projeto Família Nação Agro. A iniciativa criada pelo Sistema FAESP/SENAR-SP objetiva capacitar, promover e incentivar o produtor rural do estado de São Paulo.

Notícias Relacionadas:

La Niña demanda atenção dos produtores de frutíferas de clima temperado

Boletim da Seapdr traz prognóstico climático a recomendações fitotécnicas para vinhedos e pomares até dezembro

O universo dos fungos e a apicultura foram temas do Dia de Campo Seguro em Sorocaba

Empresário rural Iwao Akamatsu conta que 70 mil dos mais de 1,5 milhão de fungos foram estudados. Porém, há muito potencial a

Acordo entre Sindicafé-SP e Abics pretende estimular consumo de solúvel

Com a iniciativa inédita, produção de café solúvel estima um crescimento de 5% ao ano