Evento em Brotas ensina agregar valor em pequenas propriedades

Nesta terça-feira (06/10), Dia de Campo Seguro apresenta palestras com transmissão ao vivo pelo YouTube a partir das 10h

Cerca de madeira marrom em campo verde de hotel fazendo em Brotas

Polo de turismo rural, o município de Brotas (SP) irá receber o próximo Dia de Campo Seguro nesta terça-feira, 6, a partir das 10h. O evento terá transmissão ao vivo pela página do Canal Rural no YouTube, com mediação da repórter Flavia Macedo.

Desta vez, em sua programação, a iniciativa oferecerá aos produtores um ciclo de palestras sobre como se preparar para a retomada das atividades e com dicas para aumentar o lucro em suas propriedades. Confira a agenda de apresentações:

  • Turismo rural pós-pandemia, com Maria de Castro Oliveira, consultora do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas)
  • Agregação de valor em pequenas propriedades, com Márcia Azeredo, gerente da Associação das Estâncias Paulistas

Aliás, clicando neste link, você já consegue se inscrever para receber um alerta no momento em que o evento começar.

Vale lembrar que o Dia de Campo Seguro é uma ação do Família Nação Agro, projeto desenvolvido pelo Sistema FAESP/SENAR-SP para capacitar, promover e incentivar o produtor rural de São Paulo.

Notícias Relacionadas:

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Secretaria de Agricultura orienta pecuaristas e desenvolve estudos para controle do carrapato com o uso de produto natural e controle biológico

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

De olho no mercado de café, cafeicultores brasileiros vêm investindo na produção de cafés especiais em busca de maior retorno financeiro

FAESP busca isenção de ICMS para leite

FAESP busca isenção de ICMS para leite

A saída do produto cru e pasteurizado, que era isenta, passará a ser tributada em 4,14%