Especialistas falam sobre as estratégias para pecuária de corte em tempos de Coronavírus

Como amenizar os impactos do setor causados em tempos de quarentena pelo Covid-19 foi tema de uma Live realizada, na manhã de hoje

Fonte: Canal Rural

Com o mercado oscilando bastante em tempos de coronavírus, o zootecnista Eduardo Catuta disse que é importante trabalhar os animais que podem ser ofertados nos próximos 60 dias, de forma compassada. “É hora de programar a  fazenda para os abates, e os animais que vão poder ajustar  fazenda no período de seca”, diz. E ainda ressalta que completa que estamos entrando em um período de diminuição da carga animal nas fazenda. 

Para Wagner Pires, o objetivo é que os produtores continuem a produzir sem reduzir a produtividade. “É necessário planejamento adequado para manter a fazenda organizada”, fala o engenheiro agrônomo. Segundo ele, com o início do período de transição, saindo da época chuvosa para seca, o orientado é preparar as pastagens. “No período da seca, é fundamental que a pastagem esteja estruturada. Que o sistema radicular seja mais profundo para que tenha uma sobrevida melhor e, com isso, consiga aguentar uma sobrecarga maior de animais”, completa. 

Pires ainda deixou uma dica aos pecuarista. “Este é um bom momento para a aplicação de um produto nitrogenado, a base de hormônios de crescimento, enraizadores”, mas alerta que  nitrogênio não fará efeito imediato, mas vai prolongar o desenvolvimento da planta durante todo o período seco”.

 

 

Veja a entrevista  completa abaixo:

Com os impactos do Coronavírus no Brasil, a pecuária está exigindo cuidados no planejamento. Mas quais seriam os cuidados necessários para garantir a lucratividade do rebanho? Saiba mais com @familianacaoagro no bate-papo com o consultor de pastagens Wagner Pires e o zootecnista Eduardo Catuta.

Posted by Canal Rural on Wednesday, April 1, 2020

Notícias Relacionadas:

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Secretaria de Agricultura orienta pecuaristas e desenvolve estudos para controle do carrapato com o uso de produto natural e controle biológico

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

De olho no mercado de café, cafeicultores brasileiros vêm investindo na produção de cafés especiais em busca de maior retorno financeiro

FAESP busca isenção de ICMS para leite

FAESP busca isenção de ICMS para leite

A saída do produto cru e pasteurizado, que era isenta, passará a ser tributada em 4,14%