Cresce a infestação da mosca-do-estábulo no interior de SP

Secretaria de agricultura publicou resolução com recomendações de manejo para usinas e pecuaristas, mas o problema persiste no estado

Foto: PixaBay

O fim da queima da palhada da cana-de-açúcar fez aumentar a infestação da mosca-dos-estábulo, gerando prejuízos aos pecuaristas paulistas. Isso porque o acúmulo de matéria orgânica, como a palhada e a vinhaça, favorece a reprodução da mosca. A Secretaria de Agricultura do estado de São Paulo até publicou uma resolução com recomendações de manejo para pecuaristas e usinas, mas o problema persiste. A equipe do projeto Família Nação Agro esteve no município de Mirante do Paranapanema e mostra a situação por lá.

 

A Resolução nº 38, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP, traz orientações para o controle da mosca-dos-estábulos nas propriedades rurais. Para ler a íntegra do texto, clique aqui.

Notícias Relacionadas:

Isenção de ICMS garante atividades do agro e estabilidade dos preços de alimentos, diz FAESP

Isenção de ICMS garante atividades do agro e estabilidade dos preços de alimentos, diz FAESP

A revogação do aumento de ICMS oficializada hoje, 15, pelo governo paulista foi recebida positivamente pela entidade

Após protesto na CEAGESP, governo paulista revoga aumento de ICMS sobre o agro

Governo paulista revoga aumento de ICMS sobre o agro após pressão do setor

A revogação foi publicada nesta sexta-feira, 15, no Diário Oficial, em três novos decretos

Lichia: fonte de Vitamina C, fruta pode ser apreciada até o final de janeiro

Lichia: fonte de Vitamina C, fruta pode ser apreciada até o final de janeiro

Saborosa e nutritiva, lichia tem sido apontada como um bom investimento para o futuro