Cresce a infestação da mosca-do-estábulo no interior de SP

Secretaria de agricultura publicou resolução com recomendações de manejo para usinas e pecuaristas, mas o problema persiste no estado

Foto: PixaBay

O fim da queima da palhada da cana-de-açúcar fez aumentar a infestação da mosca-dos-estábulo, gerando prejuízos aos pecuaristas paulistas. Isso porque o acúmulo de matéria orgânica, como a palhada e a vinhaça, favorece a reprodução da mosca. A Secretaria de Agricultura do estado de São Paulo até publicou uma resolução com recomendações de manejo para pecuaristas e usinas, mas o problema persiste. A equipe do projeto Família Nação Agro esteve no município de Mirante do Paranapanema e mostra a situação por lá.

 

A Resolução nº 38, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP, traz orientações para o controle da mosca-dos-estábulos nas propriedades rurais. Para ler a íntegra do texto, clique aqui.

Notícias Relacionadas:

Pousada ao pôr-do-sol com árvores é opção para turismo rural

Inovação ajuda na retomada de turismo rural em São Paulo

Demanda por turismo rural deve aumentar com a flexibilização das atividades no estado

Preço da batata sobe

Falta de chuva faz preço da batata subir 76% em outubro

Cepea/Esalq prevê manutenção da valorização dos preços nos próximos meses devido ao “adiantamento da colheita” e baixo volume de chuva

Família Nação Agro explora mercado de cogumelos, apicultura e turismo rural

Durante a semana, projeto do SENAR-SP visitou os municípios de Sorocaba e Ubatuba