Coronavírus: solidariedade multiplica a oferta de alimentos

Em Ibitinga, Senar-SP e Prefeitura Municipal orientam a distribuição de alimentos

Por Tobias Ferraz

Ibitinga é um município da região central do estado de São Paulo, próximo à Araraquara, com cerca de 62 mil habitantes e com forte expressão agrícola, com destaque para a produção de citrus – laranjas e limão. O vice-prefeito da cidade, Frauzo Sanches, é produtor rural, engenheiro agrônomo e membro do Sindicato Rural do município. Com esse currículo ele tem visão ampla sobre o setor produtivo agropecuário do município e viu possibilidades de usar a merenda escolar como fonte de alimentação para as famílias carentes. Em Ibitinga, são 170 famílias em situação de vulnerabilidade – “Nosso Cadastro Único – formulário com os dados de uma família para receber benefícios assistenciais – está em constante atualização, isso facilitou identificar as famílias mais vulneráveis socialmente. Como as aulas e atividades nas escolas públicas estão suspensas, o Governo do Estado publicou um decreto liberando os estoques de alimentos da merenda escolar para ajuda humanitária. Estamos seguindo as orientações do Ministério da Saúde estamos fornecendo o sopão em marmitas para as famílias carentes.”, explica Frauzo.

Pelo Programa Nacional de Merenda Escolar – PNAE, os produtores do município entregam 12 itens nas escolas, entre eles acelga, alface, banana, beterraba, brócolis, cenoura, couve e ovos. Como a maioria das merendeiras pertence ao grupo de risco, voluntários de entidades da sociedade civil estão cozinhando para as famílias carentes.  – “Já temos capacidade de preparar mais de 120 refeições. Novos voluntários estão chegando e essa capacidade está aumentando a cada dia.” – conta o vice-prefeito.

Com essa iniciativa de transferir os estoques, e com a necessidade de rever procedimentos diante do avanço do novo coronavírus, a população discute formas de continuidade do fornecimento de alimentos para a merenda escolar e adequar legalmente as regras para que os produtores continuem entregando – “É uma oportunidade de revermos os valores do PNAE, que estabelece que cada produtor, ou cada DAP – Declaração de Aptidão do Produtor Rural, pode entregar R$20.000,00 por ano, é muito pouco, vamos trabalhar para que esse valor dobre e dessa forma melhorar a renda anual do produtor rural.” – conta Frauzo.

 

”IBITINGA TEM 122 CRIANÇAS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE, COMO NÃO ESTÃO NAS CRECHES OU ESCOLAS, ESTAMOS DISTRIBUINDO CESTA BÁSICA COM ACRÉSCIMO DE LEITE EM PÓ E FRALDAS. ESTAMOS ETUDANDO A POSSIBLIDADE DE ACRESCENTAR PRODUTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR, ALÉM DA SOPA E PÃO.” Frauzo Sanches

 

MÃOS SOLIDÁRIAS

Mas não é só na oferta de alimentos que Ibitinga é solidária. O município  também  é Estância Turística, chamada de Capital do Bordado. A Feira de Artesanato da cidade tem cerca de 600 artesãos cadastrados. Antes da quarentena, os turistas lotavam as praças e movimentavam a economia da cidade. Com o turismo suspenso, as bordadeiras já se ofereceram para trabalho voluntário, vão costurar aventais e toucas em TNT para os médicos e enfermeiros.

A SOLUÇÃO LOCAL

Os governos federal e estadual têm obrigação de orientar e conduzir os processos para que a sociedade vença os desafios diante do novo coronavírus, mas a experiência de Ibitinga aponta que soluções locais e acordos regionais, também trazem efeitos imediatos para quem precisa de auxílio urgente.

FEIRA DO PRODUTOR

Por causa das medidas de prevenção ao novo coronavírus e para garantir a segurança dos feirantes e consumidores, adotando os procedimentos de higiene recomendados, a Feira do Produtor de Ibitinga, que acontece tradicionalmente todas as quartas-feiras, voltará a ser montada no próximo dia 15 de abril. São nove famílias que expõem os produtos na feira.

Fotos Prefeitura de Ibitinga

Notícias Relacionadas:

Selic precisa continuar baixa em 2021, defende FAESP

Selic precisa continuar baixa em 2021, defende FAESP

De acordo com a entidade, com a elevação da Selic, produtores precisam recorrer a empréstimos no mercado financeiro normal e juros altos

Setor de carnes realiza carreata contra aumento de ICMS em São Paulo

Setor de carnes realiza carreata contra aumento de ICMS em São Paulo

Ato contra medida do governo paulista contou com cerca de 1200 caminhões e 1500 pessoas envolvidas, segundo os organizadores

Estufa garante produção de hortaliças em períodos de chuvas

Estufa garante produção de hortaliças em períodos de chuvas

Apesar do alto custo, sistema protegido permite controle de temperatura e umidade e diminui risco de doenças