Confira 7 dicas para produzir silagem de milho com qualidade

A silagem é um tipo de alimento comum nas fazendas leiteiras

Confira 7 dicas para produzir silagem de milho com qualidade

Tipo de alimento comum nas fazendas leiteiras, a silagem é usada por conta da facilidade para colheita e baixa perda de nutrientes em sua estocagem. O processo de ensilagem é, de forma resumida, a fermentação da matéria vegetal na qual são produzidos ácido láctico e outros ácidos orgânicos, o que reduz o pH a ponto de inibir a fermentação microbiana.

E, como no post da semana passada sobre recobrimento de silagem (clique aqui para ver), notamos que o assunto gera dúvidas ao produtor, voltamos ao tema para ensinar como produzir silagem de milho com qualidade. Confira 7 dicas:

  1. Adube o solo da forma certa. Caso falte nitrogênio, a planta fica requeimada, mascarando o momento correto para começar o corte
  2. Só inicie o corte quando os grãos estiverem no ponto farináceo, o que requer monitoramento do seu milharal
  3. Deixe as facas da ensiladeira afiadas
  4. Lembre-se de picar bem, deixando as partículas com tamanho máximo de 2 cm
  5. Faça a compactação para retirar o ar, o que é essencial para a fermentação do produto
  6. Vede o silo com lona e uma camada de terra (com espessura em torno de 15 cm)
  7. Proteja o silo contra infiltrações de água

Seguindo todos estes passos, você irá produzir silagem com o máximo de qualidade possível!

Notícias Relacionadas:

Curso de bordado do SENAR-SP atrai novos associados a sindicatos rurais

Curso de bordado do SENAR-SP atrai novos associados a sindicatos rurais

Disponível em todo o estado de São Paulo, curso propicia geração de renda e resgate cultural através da arte

Lavoura de algodão continua competitiva em algumas regiões de São Paulo

Lavoura de algodão continua competitiva em diversas regiões de São Paulo

Cultura ocupa cerca de 1,3 milhão de hectares em todo o Brasil

Curso de lã de ovelhas do SENAR-SP gera renda extra a produtoras rurais

Curso de lã de ovelhas do SENAR-SP gera renda extra a produtoras rurais

O curso abrange aspectos históricos da atividade, beneficiamento da matéria-prima e confecção de artefatos utilitários e decorativos