Colheita da uva niágara caminha pra final e caqui perde no pé

No Circuito das Frutas paulista, produtores se reinventam para escoar a produção

banner-conheca-louveira-uva-niagara

Na transmissão ao vivo desta quarta-feira conversamos com o Wilson Tomaseto, presidente do Sindicato Rural de Indaiatuba, município de forte produção de frutas.

De acordo com Tomaseto, o município vive a terceira fase da colheita da uva, que pode durar mais 50 ou 60 dias – “Estamos com uma super produção e com qualidade na uva, os cachos formaram bem e a qualidade superior. Hoje estamos vendendo por R$3,50 o quilo, em média, é um bom valor.¨” – destaca Tomaseto.

Com o mercado do caqui a comercialização está mais complicada, também pelo excesso de oferta e o produtor está perdendo os frutos no pomar. Na Ceagesp o quilo de caqui oscila entre R$1,07 e R$5,24 dependendo da variedade e classificação.

Tomaseto destaca também dificuldades para renegociação das dívidas dos produtores – “Precisamos orientar melhor o produtor sobre as regras na negociação. Não podemos aceitar a renegociação de um contrato que cobra 4% de juros ao ano, para uma renegociação a 2% ao mês.” – desabafa o líder sindical.

Assista entrevista completa:

Notícias Relacionadas:

SENAR-SP: curso de artesanato com folhas gera oportunidades a produtores

SENAR-SP: curso de artesanato com folhas gera oportunidades a produtores

Além de trazer uma nova fonte de renda para o meio rural, programa de ensino proporciona o resgate cultural às regiões

SENAR-SP explica o que fazer para obter mais vacas em lactação

SENAR-SP explica o que fazer para obter mais vacas em lactação

Número de animais em condições para produção de leite determina rendimento da propriedade

Saiba como conseguir qualidade em cafés naturais

Saiba como conseguir qualidade em cafés naturais

Com a safra castigada pela estiagem do ano anterior, agricultor precisa extrair produtos de alto nível para melhorar renda