Cinco estados podem ser considerados livres da aftosa sem vacinação em 2019

Rio Grande do Sul, Rondônia, Acre, sul do Amazonas e uma parte de Mato Grosso serão supervisionados pelo Ministério da Agricultura para conseguir essa classificação

aftosa 3

Os pecuaristas têm até 30 de novembro para imunizar o gado contra a febre aftosa. Pelo menos 87 milhões de animais até 24 meses devem ser vacinados em todo território nacional, exceto Santa Catarina e Paraná que são livres da doença sem vacinação. O chefe do departamento da febre aftosa do Ministério da Agricultura, Diego Viali dos Santos, explica que mesmo sem a vacinação os produtores do Paraná devem atualizar os dados cadastrais do rebanho. Ele ainda explica sobre o trânsito de animais e comenta que, ainda este ano, outros 5 estados podem conseguir o status de livre de febre aftosa sem vacinação.

Notícias Relacionadas:

Produtores buscam capacitação para diversificar turismo rural em Ubatuba

Em Dia de Campo Seguro, agricultores revelaram interesse em cursos de profissionalização em artesanato e gastronomia

Vacinação de bovinos e bubalinos contra febre aftosa

Campanha de vacinação contra febre aftosa começa em 1º de novembro

Devem ser vacinados bovinos e bubalinos com idades entre 0 e 24 meses

Parreiras em Itobi são opção de turismo rural

Sebrae-SP dá dicas para produtor arrecadar com turismo rural

Em Itobi (SP), Dia de Campo Seguro mostrou opções de atividades para produtor aumentar a renda de sua propriedade com turismo rural