Caminhoneiros recebem kits de alimentação nas rodovias de SP

Sem serviços e restaurantes nas estradas, caminhoneiros contam com apoio de uma Força Tarefa

imagem_materia

Os caminhoneiros estão enfrentando dificuldade de se alimentar em decorrência do fechamento do comércio nas estradas.

Nos últimos dias a falta de infraestrutura para pernoite, comida e segurança nas rodovias preocupa esses gigantes da estrada, que carregam, além de alimentos , muita responsabilidade. São centenas de itens que vão de mantimentos até medicações.

E pensando nisso, diversas ações foram criadas por uma Força Tarefa, formada pelas Secretarias de Logística e Transportes, Agricultura e Abastecimento, Segurança Pública, Transportes Metropolitanos, Desenvolvimento Econômico, além de órgãos como a DERSA, Artesp, DER, Invest SP e Polícia Militar.

A distribuição dos kits já acontece por empresas concessionárias e as ações vêm sendo realizadas em grandes rodovias como Rodoanel, Bandeirantes, Anhanguera, Castelo Branco, Raposo Tavares, Anchieta, Imigrantes, Ayrton Senna/Carvalho Pinto, entre outras.

Os caminhoneiros podem consultar os locais de distribuição dos kits no site www.abastecimentoseguro.sp.gov.br.  A página tem o objetivo de cuidar da saúde do caminhoneiro, e também oferece serviços de mapeamento em tempo real, informando locais de restrição de circulação e bloqueios municipais. 

O secretário de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Gustavo Junqueira, comentou sobre a importância do serviço e no quanto poderá ser um benefícios aos caminhoneiros. “Uma vez que o profissional que está na estrada carregando alimentos e insumos para a população chegar com mais facilidade no seu destino, as cidades estarão sempre abastecidas e o caminhoneiro poderá realizar outras viagens em um menor espaço de tempo, podendo ampliar assim sua fonte de renda”, disse.

 

Notícias Relacionadas:

Pousada ao pôr-do-sol com árvores é opção para turismo rural

Inovação ajuda na retomada de turismo rural em São Paulo

Demanda por turismo rural deve aumentar com a flexibilização das atividades no estado

Preço da batata sobe

Falta de chuva faz preço da batata subir 76% em outubro

Cepea/Esalq prevê manutenção da valorização dos preços nos próximos meses devido ao “adiantamento da colheita” e baixo volume de chuva

Família Nação Agro explora mercado de cogumelos, apicultura e turismo rural

Durante a semana, projeto do SENAR-SP visitou os municípios de Sorocaba e Ubatuba