Burocracia impede pequeno produtor de vender produtos de origem animal

Produtor de leite espera há 8 anos a implementação do Serviço de Inspeção Municipal na cidade de Conchas

queijo como nicho de mercado

Centenas de produtores do interior de São Paulo são obrigados a trabalhar na informalidade por que não têm autorização para vender produtos de origem animal. O pecuarista “Nelinho”, que faz queijo minas frescal no município de Conchas, espera há 8 anos que a prefeitura implemente o Serviço de Inspeção Municipal (SIM). A equipe da Família Nação Agro conversou com a Coordenadoria de Defesa Animal do estado, que afirma que o decreto que regula esse tipo de produto foi renovado e que está sendo analisado pelo novo governo. Veja a notícia completa no vídeo.

Notícias Relacionadas:

Produtores buscam capacitação para diversificar turismo rural em Ubatuba

Em Dia de Campo Seguro, agricultores revelaram interesse em cursos de profissionalização em artesanato e gastronomia

Vacinação de bovinos e bubalinos contra febre aftosa

Campanha de vacinação contra febre aftosa começa em 1º de novembro

Devem ser vacinados bovinos e bubalinos com idades entre 0 e 24 meses

Parreiras em Itobi são opção de turismo rural

Sebrae-SP dá dicas para produtor arrecadar com turismo rural

Em Itobi (SP), Dia de Campo Seguro mostrou opções de atividades para produtor aumentar a renda de sua propriedade com turismo rural