5 dicas para agregar valor na produção de mel

Não basta produzir, é preciso se preparar para lucrar com sua atividade

5 dicas para agregar valor na produção de mel

A produção de mel tem sido explorada com frequência pelo homem do campo como alternativa para geração de renda. Mas, para que a atividade realmente cumpra com esse papel, é interessante agregar valor ao que está sendo preparado na propriedade rural. Para te ajudar a chegar lá, preparamos este post com dicas aprovadas pelo SENAR-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de São Paulo). Confira logo abaixo:

1 – Conheça a cadeia produtiva da apicultura

Para ter sucesso na produção, é essencial conhecer bem como funciona o setor em que você está apostando. Na apicultura, vale a pena pesquisar sobre como está o cenário no país e na sua região, se existe demanda e qual a melhor forma de atender aos mercados compradores. É preciso também buscar orientação sobre custos de insumos, de equipamentos e, claro, da capacitação para a produção.

2 – Conheça sobre a agregação de valor na apicultura

Como citamos anteriormente, além de ter profissionais capacitados para a produção, invista na certificação orgânica e na rastreabilidade dos produtos, isto é, duas medidas que fazem a diferença na precificação quando o mel ou seus derivados chegam ao mercado.

3 – Veja a viabilidade do negócio

Tendo estes dois aspectos em mente, calcule se a produção de mel é realmente possível e sustentável dentro da sua propriedade e orçamento. Afinal, uma atividade que te causa mais custos do que traz lucros pode colocar a propriedade em risco. Por isso, pense na viabilidade!

4 – Pesquise as linhas de crédito disponíveis para apicultura

Caso você consiga se planejar para a produção, talvez seja necessário buscar crédito para dar aquele pontapé inicial na atividade. Pesquise sobre o PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) e o FEAP (Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista).

5 – Entenda os procedimentos para formalização do Entreposto

O Entreposto de Mel, Cera de Abelhas e demais produtos apícolas é o estabelecimento destinado ao recebimento, classificação e industrialização do mel e seus derivados, oriundos de vários estabelecimentos. O Ministério da Agricultura possui legislação específica para tratar de requisitos sanitários que regem toda vida do animal, desde a criação até o seu abate e trânsito.

Para as dicas completas, faça o download gratuito da cartilha do SENAR-SP no link abaixo:

https://cms20.simplesnologia.biz/Arquivos/PARCEIROS_ANEXOS/Original/020475001_0.pdf

Notícias Relacionadas:

São Paulo deve receber chuvas em sequência até início de junho

São Paulo: início da primavera será marcado por retorno das chuvas

De acordo com a Somar Meteorologia, a expectativa é de que alguns municípios recebam mais de 25 milímetros

cesta de orgânicos organizar a cadeia

SENAR-SP disponibiliza 5 cursos para manejo de orgânicos

Atendendo as necessidades dos produtores, agricultura orgânica une ciência e tradição em cultivo sem produtos sintéticos

6 dicas para melhorar a segurança da sua propriedade

6 dicas para melhorar a segurança da sua propriedade

Comandante da Polícia Militar mostra como medidas simples podem aumentar a proteção do produtor rural