Pesquisa revela o perfil de consumo de frutas e verduras do brasileiro

Sabor, consistência e aroma foram questionados, mas o setor ainda possui grande potencial de crescimento

Foto: PixaBay

Pessoas acima dos 50 anos comem mais verduras e as com maior poder aquisitivo consomem mais frutas. A afirmação é de uma pesquisa realizada pela CNA (Confederação Nacional da Agricultura), que entrevistou 1.420 pessoas entre 20 e 79 anos, de todas as classes sociais e das cinco regiões brasileiras, para conhecer os hábitos de alimentação do brasileiro.

A enquete ainda revela que os brasileiros consomem poucos vegetais frescos fora de casa, o que mostra a necessidade de melhorias na apresentação de frutas, legumes e verduras em restaurantes e lanchonetes. Outra informação importante registrada pela pesquisa é a insatisfação do consumidor com a qualidade dos alimentos.  Sabor, consistência e aroma foram questionados, o que pode indicar problemas no ponto de maturação das frutas e legumes.

A pesquisa é uma base de estudo para a construção de uma campanha para incentivar a população a consumir mais frutas, verduras e legumes fresco. Isso porque o brasileiro come muito pouco desses alimentos quando comparado com a população de outros países.

Foto: PixaBay

A campanha de incentivo se mostra ainda mais necessária quando a pesquisa revela dados preocupantes com a saúde do brasileiro. Pelo menos 11% dos domicílios possuem pessoas com hipertensão, 6% têm diabetes, 16% dos lares têm obesidade e 34% estão acima do peso, sem contar os brasileiros com problemas de desnutrição.

Rastreabilidade – Apesar da exigência do consumidor, a pesquisa indica um futuro promissor para o setor de Frutas, Legumes e Verduras. Por outro lado, aumenta a responsabilidade dos produtores com a segurança dos produtos oferecidos. O consumidor atual quer alimentos livres de agrotóxicos e produzidos em harmonia com o meio ambiente e com respeito às leis trabalhistas. A Instrução Normativa sobre a Rastreabilidade dos Vegetais Frescos, em vigor desde agosto do ano passado, é apontado como um importante instrumento para o produtor rural mostrar que os alimentos são seguros e de alta qualidade.

Notícias Relacionadas:

Turismo rural: curso do SENAR-SP atendeu quase 20 mil produtores; veja os benefícios

Turismo rural: curso do SENAR-SP atendeu quase 20 mil produtores; veja os benefícios

Agroturismo valoriza a cultura local e cria oportunidades econômicas

Em São Paulo, semana será de tempo seco e altas temperaturas

Em São Paulo, semana será de tempo seco e temperaturas altas

Segundo a Somar Meteorologia, chuvas devem retornar ao estado paulista entre outubro e novembro

Turismo rural: conheça o caminho para empreender no campo

Turismo rural: conheça o caminho para empreender no campo

Caravana do SENAR-SP deu exemplos práticos de atrações que fazem sucesso entre turistas