Em São Paulo, projeto de lei que torna obrigatório arroz e feijão nas escolas é aprovado

Medida deve beneficiar cerca de 3,5 milhões de alunos, 5.399 escolas e 645 municípios

Em São Paulo, projeto de lei que torna obrigatório arroz e feijão nas escolas é aprovado

O projeto de lei nº 38/2020, que torna obrigatório o fornecimento do arroz e feijão na alimentação escolar ao menos uma vez ao dia na rede pública de ensino do estado de São Paulo, foi aprovado por unanimidade na noite da última quarta-feira (2) na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Símbolo da culinária típica do país, o feijão é fonte de proteína vegetal e ferro e inúmeras são as vantagens de seu consumo: controle do colesterol, fonte de energia, alto teor de fibras que ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares, diabetes e câncer de cólon e entre outros benefícios, é também fonte de proteínas, carboidratos, fibras, vitaminas do complexo B, vitamina A, folato, ferro, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, manganês e molibdênio.

Além disso, a dupla arroz-feijão possui abundância de vitaminas do complexo B e cálcio, importantes para a manutenção das células, fortalecimento dos ossos, cabelos e unhas, reparação muscular e prevenção de doenças, como anemia e diabetes.

O estado já possui orçamento destinado à compra de alimentação escolar, não havendo, portanto, impacto financeiro ao estado. Com o projeto aprovado, 3,5 milhões de alunos, 5.399 escolas e 645 municípios serão beneficiados.

Notícias Relacionadas:

Isenção de ICMS garante atividades do agro e estabilidade dos preços de alimentos, diz FAESP

Isenção de ICMS garante atividades do agro e estabilidade dos preços de alimentos, diz FAESP

A revogação do aumento de ICMS oficializada hoje, 15, pelo governo paulista foi recebida positivamente pela entidade

Após protesto na CEAGESP, governo paulista revoga aumento de ICMS sobre o agro

Governo paulista revoga aumento de ICMS sobre o agro após pressão do setor

A revogação foi publicada nesta sexta-feira, 15, no Diário Oficial, em três novos decretos

Lichia: fonte de Vitamina C, fruta pode ser apreciada até o final de janeiro

Lichia: fonte de Vitamina C, fruta pode ser apreciada até o final de janeiro

Saborosa e nutritiva, lichia tem sido apontada como um bom investimento para o futuro