Abacateiros substituem cafezais e aumentam lucratividade no interior paulista

No município de Piraju, interior paulista, a equipe Nação Agro esteve na Fazenda Campo de Ouro. Uma referência em produção de abacates de diferentes tipos

Estufa de Abacates

A propriedade possui, ao todo são 200 hectares e cinco tipos de abacates. Um dos destaques é o avocado, uma variedade menor e menos calórica, contém cerca de 10% menos gordura que o tradicional. O pequeno fruto tem sido requisitado na hora de preparar um prato refinado como risotos, massas e sobremesas. A produção é tecnificada, e além de produzir frutos, produz mudas em escala, uma média de 150 mil por ano. Um dos pontos que chamam a atenção é ausência de doenças e pragas na cultura, isso porque existe investimento em tecnologia. Assim como na agricultura de precisão é possível monitorar as condições da planta, contribuindo para um melhor manejo e reduzindo custos de produção.

Mapa de georreferenciamento

Na imagem, é possível indicar qual a situação da área plantada. Na parte vermelha é indicada o surgimento da broca do tronco, em amarelo o surgimento da broca do abacate e a região em verde os inimigos naturais que fazem o controle biológico.

Troca de cultura X rentabilidade

Na transição de culturas, alguns produtores podem se preocupar com a fonte de renda e o período para começar a colheita e obter lucros. Na Campo de Ouro, por exemplo, o processo começou com a inclusão dos pés de abacate em meio a plantação de café. Além da área, os maquinários e implementos são reaproveitados.“Onde possibilita ao produtor ter a rentabilidade de 1 a 3 anos. Até erradicar totalmente o café”, ressaltou Bruno Gonçalves, engenheiro agrônomo da propriedade.

Veja mais detalhes da na reportagem de Tobias Ferraz.

Notícias Relacionadas:

Pousada ao pôr-do-sol com árvores é opção para turismo rural

Inovação ajuda na retomada de turismo rural em São Paulo

Demanda por turismo rural deve aumentar com a flexibilização das atividades no estado

Preço da batata sobe

Falta de chuva faz preço da batata subir 76% em outubro

Cepea/Esalq prevê manutenção da valorização dos preços nos próximos meses devido ao “adiantamento da colheita” e baixo volume de chuva

Família Nação Agro explora mercado de cogumelos, apicultura e turismo rural

Durante a semana, projeto do SENAR-SP visitou os municípios de Sorocaba e Ubatuba