China abre mercado para derivados de leite

País habilitou 24 estabelecimentos brasileiros para exportação de produtos como queijo e leite em pó. Abertura deve incentivar cadeia produtiva

Fonte: Pixabay

A ministra da agricultura Tereza Cristina anunciou hoje a abertura da China para produtos lácteos brasileiros. Com isso, 24 estabelecimentos nacionais ficam habilitados a exportar
itens como queijos e leite em pó.

Pelo twitter, a ministra comemorou a conquista. “Notícia excelente para o setor leiteiro”,escreveu.

Para a ministra, a abertura vai impulsionar a cadeia produtora, que vive um momento de perdas de R$0,30 no litro do leite.  O país tem 1,2 milhão de pequenos produtores.

A certificação para vender para a China fazia parte de um acordo de 2007, mas até
agora nenhum estabelecimento estava autorizado a exportar.

Segundo o Ministério da Agricultura, o Brasil produz 600 mil toneladas de leite em pó
e os chineses são os maiores importadores do mundo, com 800 mil toneladas importadas.

Com a mudança, A Viva Lácteos, Associação Brasileira de Laticínios, espera exportar
US$ 4,5 milhões em queijos e leite em pó.

Notícias Relacionadas:

Abraleite negocia revogação do ICMS sobre o leite pasteurizado

Abraleite negocia revogação do ICMS sobre o leite pasteurizado

Caso a medida não seja removida, aproximadamente 6 mil produtores paulistas serão afetados com o aumento dos custos

Normas para produção integrada de folhosas entram em vigor em fevereiro

Normas para produção integrada de folhosas entram em vigor em fevereiro

Em 1º de fevereiro, entra em vigor a Instrução Normativa nº 1 que traz normas para produção de folhosas, inflorescência e condimentais

Publicados registros de 32 produtos técnicos para defensivos agrícolas

Publicados registros de 32 produtos técnicos para defensivos agrícolas

Dentre os produtos aprovados, três são ingredientes ativos inéditos e os demais já são usados no país