SENAR-SP ensina como combater incêndios no campo em Caravana em Brotas

No estado de São Paulo, o INPE revelou que somente o mês de agosto registrou 1646 focos de queimadas

SENAR-SP ensina como combater incêndios no campo em Caravana em Brotas

São Paulo está em chamas. Ao circular pelo interior do estado, nossa equipe flagrou campos e maquinários devastados pelo fogo. Com o tempo seco do inverno e a ausência de chuvas que vem marcando os últimos anos, o produtor rural se vê ainda mais ameaçado pelas queimadas. Para ajudar o homem do campo neste momento difícil, a Caravana Família Nação Agro trouxe nesta quinta-feira, 26, uma palestra sobre formas de proteger as propriedades dos incêndios.

Transmitido pelo YouTube do Canal Rural diretamente do município de Brotas, o programa contou com uma apresentação de Rodrigo Florindo Gomes, instrutor do SENAR-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de São Paulo). Enquanto orientava o público, que retornou seguindo protocolos de proteção, o técnico revelou que em Brotas, no mês de agosto, foram computados 13 incêndios pelo satélite do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Considerando todo o estado paulista, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais registrou um número recorde de focos de queimadas neste mês: foram 1646 até agora. “O produtor precisa se capacitar para esses efeitos que estão acontecendo ano a ano. É preciso proteger sua proteção”, disse Gomes. Para isso, o instrutor alertou que o SENAR-SP disponibiliza cursos de técnicas de prevenção e combate a incêndios nos sindicatos rurais espalhados por São Paulo.

Nestes programas de capacitação, os produtores aprendem 3 maneiras de aplacar as chamas, que são:

Abafamento: quando é feita a retirada do comburente (oxigênio) para impedir que o fogo continue a se propagar, pois sem o oxigênio o fogo não existe. O abafo é feito com tampas, abafadores, terra e panos molhados para eliminar o oxigênio.

Isolamento: a retirada do material combustível que está no incêndio ou que pode propagar o fogo.

Resfriamento: é a retirada do calor, geralmente feita com água. Como resultado, a redução ou o resfriamento total do foco de incêndio acabará com o fogo.

Outra forma de evitar as queimadas recomendada pelo SENAR-SP são os aceiros. Basicamente, são áreas onde é removida toda a vegetação – que poderia ser “combustível” das labaredas –, deixando somente a terra. Dessa forma, se retira condições para o começo ou propagação de fogo, uma vez que os aceiros proporcionam uma separação entre as áreas de vegetação.

Para mais dicas, assista ao vídeo completo da Caravana do SENAR-SP:

Notícias Relacionadas:

São Paulo deve receber chuvas em sequência até início de junho

São Paulo: início da primavera será marcado por retorno das chuvas

De acordo com a Somar Meteorologia, a expectativa é de que alguns municípios recebam mais de 25 milímetros

cesta de orgânicos organizar a cadeia

SENAR-SP disponibiliza 5 cursos para manejo de orgânicos

Atendendo as necessidades dos produtores, agricultura orgânica une ciência e tradição em cultivo sem produtos sintéticos

6 dicas para melhorar a segurança da sua propriedade

6 dicas para melhorar a segurança da sua propriedade

Comandante da Polícia Militar mostra como medidas simples podem aumentar a proteção do produtor rural