Entenda as regras de rastreabilidade para uso de defensivos agrícolas

A Instrução Normativa, que entra em vigor no dia 1º agosto, exige que o produtor rural anote as aplicações e guarde as notas fiscais dos produtos químicos

Fonte: Pixabay

As regras de rastreabilidade de frutas e hortaliças estabelecidas na Instrução Normativa 02/2018 preveem uma série de informações nos rótulos das embalagens. Para o primeiro grupo (maçã, uva, batata, tomate, citros, alface e outros) as exigências começam a valer no dia 1º de agosto. O engenheiro agrônomo Sérgio Ishicava, da Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável do Estado de São Paulo, alerta para a necessidade de anotar as datas das aplicações e o defensivo agrícola usado, além de guardar as notas fiscais por um período mínimo. O assunto é tema da Caravana Família Nação Agro, que acontece nesta quarta-feira, dia 10, em Vera Cruz, no interior de São Paulo.

 

Notícias Relacionadas:

Vinhos são atração no turismo rural

SENAR-SP ensina como identificar o potencial turístico de sua propriedade

Implantar um ponto de vendas na propriedade é uma das maneiras de lucrar com visitantes

Sistema FAESP/SENAR-SP e Sebrae abrem edital para programa de inovação rural

Sistema FAESP/SENAR-SP e Sebrae abrem edital para programa de inovação rural

Ao todo são 110 vagas no estado de São Paulo para a iniciativa que visa promover a pesquisa e o desenvolvimento

SENAR-SP oferece cursos para produtores que querem empreender no campo

SENAR-SP oferece cursos para produtores que querem empreender no campo

Instrutor afirma que programas de ensino capacitam produtores para aproveitarem oportunidades