Dia de Campo Seguro em Serra Negra debateu café, vinho e turismo rural

Evento reforçou a importância de se prestar atenção às regras sanitárias e de saúde na retomada do turismo rural pós-pandemia

serra-negra-dia-de-campo-seguro-cafe-vinho-turismo

A qualidade do café, a produção do vinho artesanal e as oportunidades do turismo rural seguro pós-pandemia foram os temas do Dia de Campo Seguro, realizado em Serra Negra.

O engenheiro agrônomo e consultor em café Jonas Ferraresso destacou os processos que elevam a qualidade do café. “É importante deixar claro que todas as etapas são indispensáveis para a produção do café de padrão superior – desde a plantação até a xícara. Muita gente pensa que a qualidade começa a ser trabalhada depois da colheita, mas esse pensamento está errado. O café é um produto diferenciado e todos os passos importam e influenciam no resultado final. Os agricultores têm de ficar atentos pois o café gourmet é muito valorizado. Estamos falando em mais renda para os produtores”.

O produtor rural e vinheteiro Laércio Carra mostrou como são feitos os vinhos artesanais em sua propriedade. Ele explicou cada etapa do processo artesanal, desde o conhecimento das uvas até a degustação, passando por plantio, colheita, elaboração do vinho de acordo com o calendário lunar, envase, envelhecimento do vinho e degustação.

Por fim, a professora Laura Santi, que também é empresária e Consultora da Usina do Conhecimento, falou sobre o Turismo Rural Pós Pandemia. Santi explicou o conceito de turismo rural e os procedimentos para atender os visitantes com segurança. “Parecia tudo tão simples né?! Lavar as mãos com água e sabão, usar máscara e não abraçar ou ficar muito perto das outras pessoas. Mas não é só isso. Para o turismo é necessário se adequar e garantir a segurança de todos. Por isso, é importante prestar atenção às regras sanitárias e de saúde. Estamos passando por uma retomada que, se for responsável, nos trará muito sucesso. Temos o mais importante: as potencialidades da região para mostrar. Também temos público, pois há grande interesse por Serra Negra e cidades vizinhas”.

“Serra Negra tem sua história no turismo rural. Aqui temos muitos cafés especiais e rotas turísticas. O Sindicato Rural, em parceria com o SENAR-SP, oferece mais cursos e qualificação para os produtores, objetivando mostrar a eles o potencial de negócios aproveitando as potencialidades que temos”, declarou o presidente do Sindicato Rural de Serra Negra, José Eduardo Guidetti Malagoti.

Assista às palestras do Dia de Campo Seguro em Serra Negra:

Projeto Família Nação Agro é uma iniciativa do Sistema FAESP/SENAR-SP para capacitar, promover e incentivar o produtor rural do estado de São Paulo.

Por Texto Assessoria

Notícias Relacionadas:

Semana será marcada por chuvas no sul de São Paulo

Semana terá chuvas no sul de São Paulo

Previsão aponta tempo seco e nublado no centro e norte do estado

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

Programa oferece conhecimentos sobre educação socioambiental, convivência profissional e negócios

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Caravana no município paulista ofereceu dicas sobre marketing no turismo rural e soluções digitais