Conheça as linhas de crédito mais indicadas para cada perfil de produtor

Caravana do SENAR-SP em São Miguel Arcanjo também abordou as condições do seguro rural

mão-segurando-saco-com-dinheiro-para-crédito

Seguro rural, linhas de crédito e o refinanciamento de dívidas são importantes recursos para que o homem do campo consiga manter suas atividades, se preservando de prejuízos gerados por condições climáticas e ainda assim arcar com as responsabilidades de seu orçamento. Porém, nem sempre o produtor rural consegue entender o significado de tantas siglas que representam programas de concessão de verba e suas condições específicas.

Para orientar o agro paulista que agora contabiliza os danos trazidos pela geada e as queimadas, a Caravana Família Nação Agro foi a São Miguel Arcanjo apresentar uma palestra sobre crédito rural com Cláudio Brisolara, chefe do departamento econômico da FAESP (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo). O programa do SENAR-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de São Paulo) foi exibido no YouTube do Canal Rural.

Segundo Brisolara, o cenário é positivo na oferta de crédito ao produtor, pois, segundo ele, houve um acréscimo de recurso programado de 6,31% em relação ao ano anterior. “O produtor pleiteia uma taxa de juros menor junto aos sindicatos rurais, e a gente sabe que o governo também tem um limite”, contextualizou o especialista. No entanto, depois de negociações da FAESP com o governo, Brisolara afirma que foi obtida uma pequena redução nas taxas.

Abaixo, listamos algumas linhas de crédito com taxas de juros mais brandas para o produtor:

Plano ABC: tem por finalidade a organização e o planejamento das ações a serem realizadas para a adoção das tecnologias de produção sustentáveis, com o objetivo de responder aos compromissos de redução de emissão de gases de efeito estufa no setor agropecuário.

Inovagro: para incorporação de inovações tecnológicas nas propriedades rurais, visando ao aumento da produtividade e melhoria de gestão.

Moderagro: para projetos de modernização e expansão da produtividade nos setores agropecuários, e para ações voltadas à recuperação do solo e à defesa animal. cooperativas de produtores rurais (inclusive para repasse a seus cooperados).

Prodecoop: para a modernização de sistemas produtivos e de comercialização do complexo agroindustrial das cooperativas brasileiras.

Moderinfra: crédito para apoiar o desenvolvimento da agropecuária irrigada sustentável, econômica e ambientalmente, fomentar o uso de estruturas para produção em ambiente protegido e proteger a fruticultura em regiões de clima temperado contra a incidência de granizo.

PCA Armazéns: financiamento a produtores e cooperativas rurais para construção, ampliação, modernização ou reforma de armazéns.

Para mais dicas sobre crédito rural, confira a palestra logo abaixo:

Notícias Relacionadas:

São Paulo deve receber chuvas em sequência até início de junho

São Paulo: início da primavera será marcado por retorno das chuvas

De acordo com a Somar Meteorologia, a expectativa é de que alguns municípios recebam mais de 25 milímetros

cesta de orgânicos organizar a cadeia

SENAR-SP disponibiliza 5 cursos para manejo de orgânicos

Atendendo as necessidades dos produtores, agricultura orgânica une ciência e tradição em cultivo sem produtos sintéticos

6 dicas para melhorar a segurança da sua propriedade

6 dicas para melhorar a segurança da sua propriedade

Comandante da Polícia Militar mostra como medidas simples podem aumentar a proteção do produtor rural