Clima e mercado preocupam cafeicultor em Caconde

Presidente do sindicato rural de Caconde, Ademar Pereira, falou sobre como organização dos produtores tem fortalecido mercado do café

Três carreiras de grãos de café de cafeicultor de Caconde

A equipe do Canal Rural conversou com Ademar Pereira, presidente do sindicato rural de Caconde (SP), que revelou alguns dos temores do cafeicultor sobre os próximos períodos.

“Esse ano, graças a Deus, a colheita foi satisfatória, correu tudo bem. Mas, há algo que nos preocupa novamente: clima e mercado”, disse ele. Entretanto, para manter o setor forte, o produtor trabalha em projetos que aproximam o cafeicultor das cafeterias.

“O fortalecimento da cadeia produtiva é uma alternativa que a gente está buscando. São projetos novos, do campo até a cafeteria, que vão reunir o que cada instituição tem para favorecer o homem do campo”, afirmou.

Aliás, segundo Ademar, a união de esforços, como a cooperativa organizada pelos produtores de café de Caconde, será um dos fatores responsáveis pelo crescimento do mercado de café. “A somatória de forças, sem dúvida, é o caminho a ser seguido e onde tem desdobramentos”.

Além disso, o município passa pelo que Pereira chama de “reforma agrária natural”. “São 2.303 pequenas propriedades rurais e nós apostamos que a organização vai fazer a diferença daqui para frente”, declarou.

O Dia de Campo Seguro é parte do projeto Família Nação Agro, iniciativa do Sistema FAESP/SENAR-SP objetiva capacitar, promover e incentivar os produtores rurais de São Paulo.

Notícias Relacionadas:

Seguro rural: governo paulista não libera sua participação e preocupa produtores

Seguro rural: governo paulista não libera sua participação e preocupa produtores

Falta de repasse de recursos do governo de São Paulo e início do inverno ameaçam fruticultura em Indaiatuba

Técnica Rural: 3 coisas que você precisa aprender sobre organização comunitária

Técnica Rural: 3 coisas que você precisa aprender sobre organização comunitária

Assista a uma vídeo-aula exclusiva ministrada pelo SENAR-SP

Conheça 3 formas de manter pastagens disponíveis no inverno

Conheça 3 formas de manter pastagens no inverno

Instrutor do SENAR-SP mostra como é possível alimentar a boiada na estação mais fria do ano