Conheça 3 boas práticas para rotação de culturas

Técnica combate a degradação física, química e biológica do solo

Conheça 3 boas práticas para rotação de culturas

O cultivo de uma única cultura em várias safras – prática chamada de “monocultura” – tende a resultar na degradação física, química e biológica do solo. Mas, com a adoção da técnica de rotação de culturas, esses efeitos podem ser minimizados ou até mesmo revertidos.

Em resumo, a rotação de culturas significa alternar diferentes espécies vegetais em certo espaço de tempo, na mesma área e estação do ano, de maneira ordenada. A técnica promove melhoria nas categorias físicas e biológicas do solo, controle de plantas daninhas, doenças e pragas, ajudando na reposição de matéria orgânica e proteção do solo de ações climáticas.

Todos estes benefícios resultam em um aumento de produtividade. Por conta disso, listamos abaixo 3 boas práticas para rotação de culturas, que irão te ajudar na recuperação de terras degradadas:

  1. Ter flexibilidade. O sistema precisa permitir mudanças na escolha de culturas, considerando fatores como clima, solo e mercado
  2. Oferecer intervalo suficiente entre a colheita de uma cultura e o plantio da sucessora
  3. É essencial planejar a sequência de culturas correta, para assim evitar a sucessão contínua de espécies com exigências nutricionais ou problemas fitossanitários comuns entre si

Considerando estes aspectos, você deve alcançar os melhores resultados para sua propriedade na rotação de culturas.

Fonte: Agrishow Digital

Notícias Relacionadas:

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

Programa oferece conhecimentos sobre educação socioambiental, convivência profissional e negócios

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Caravana no município paulista ofereceu dicas sobre marketing no turismo rural e soluções digitais

Turismo rural: caravana ensina a alcançar visitantes com marketing da propriedade

Segundo consultor do Sebrae-SP, 76% dos turistas consideram importante soluções digitais no turismo rural